Maior usina de dessalinização do País começa a sair do papel

usina
A solenidade de assinatura da ordem de serviço contou com as presenças do governador Camilo Santana; Renan Carvalho, diretor da Marquise Infraestrutura; Neuri Freitas; presidente da Cagece e de Zezinho Albuquerque, secretário das Cidades

A empresa Águas de Fortaleza, liderada pela Marquise, assinou nesta terça-feira (20/07) a ordem de serviço para o início dos estudos técnicos/ambientais e construção da maior planta de Dessalinização do País.

550 empregos 

Os estudos técnicos e ambientais devem levar até 18 meses para serem concluídos. A usina terá investimento em projetos e obras da ordem de R$ 500 milhões. Serão investidos na construção e operação do sistema ao longo dos 30 anos de concessão cerca de R$ 3,2 bilhões. No pico da obra serão gerados cerca de 550 empregos diretos e indiretos.

Oferta de água

O equipamento, que traz uma alternativa para atenuar os efeitos das secas, ficará no bairro Praia do Futuro, em Fortaleza, e terá capacidade de produção de 1 m³/s, aumentando em 12% a oferta de água e beneficiando algo em torno de 720 mil pessoas da Capital.

Bairros contemplados

A planta atenderá a dois reservatórios da Cagece, contemplando os seguintes bairros: Praia do Futuro, Caça e Pesca, Serviluz, Vicente Pinzon, Dunas, Aldeota, Varjota, Papicu e Cidade 2000.

A solenidade aconteceu no Palácio da Abolição e contou com as presenças do Governador Camilo Santana; Renan Carvalho, diretor da Marquise Infraestrutura; Neuri Freitas - Diretor Presidente da Cagece; Zezinho Albuquerque, secretário das Cidades e outras autoridades. 

Marquise Infraestrutura

“Essa obra agrega muito ao portfólio da Marquise Infraestrutura pois é a maior planta desse tipo no País. Além disso, há o ganho social, pois o Ceará vive uma crise hídrica histórica e essa Usina vai minimizar esse problema que afeta tantas pessoas em Fortaleza”, finaliza Renan Carvalho, diretor da Marquise Infraestrutura.

O governador Camilo Santana falou, durante a solenidade, da importância que sua gestão dá para a questão hídrica, no sentido de evitar que a população sofra com algum tipo de desabastecimento ou racionamento de água e, por isso, junto com a Cagece e várias outras pastas, uniu forças para que a Usina de Dessalinização saísse do papel. Camilo lembrou ainda que o Grupo Marquise, líder da empresa Águas de Fortaleza, já tem expertise em projetos pioneiros, uma vez que é detentora da GNR Fortaleza  - a primeira usina de tratamento do biogás do Norte e Nordeste.