Unimed Fortaleza projeta orçamento de R$ 2,8 bi em 2022

unimed
Nova diretoria da Unimed Fortaleza planeja manter o padrão de qualidade no atendimento e anuncia entrega do hospital materno-infantil.  Da esquerda para a direita os médicos Fabrício Martins, Flavio Ibiapina, Marcos Aragão, Fernanda Colares e Assis Filho Foto: Regina Carvalho

Com uma previsão orçamentária para 2022 de R$ 2,8 bilhões, a nova diretoria da Unimed Fortaleza planeja manter o padrão de qualidade no atendimento, mesmo diante dos desafios do custo assistencial elevado, inflação médica e do fator pandemia. 

Nesta terça-feira (15), a nova diretoria da cooperativa médica, que estará à frente do plano de saúde de 2022 a 2026, foi apresentada à imprensa.

Hospital Materno-Infantil 

O novo presidente, Marcos Aragão, anunciou a data de inauguração do hospital materno-infantil, que tem investimento de R$ 180 milhões, para o dia 13 de maio. 

A nova unidade hospitalar fica localizada no bairro Guararapes e terá 174 leitos, com o atendimento iniciando pela pediatria. Posteriormente, a partir de agosto, é projetada a ampliação para a parte obstétrica e neonatal. 

A ideia dos novos gestores da cooperativa médica é de continuar o trabalho desenvolvido pela gestão anterior, mas com uma marca própria. "É um desafio muito grande, todos nós sabemos, mas daqui a quatro anos quero entregar uma Unimed melhor do que a que a gente recebeu”, assinalou Aragão.

Carteira de clientes

Atualmente, a Unimed Fortaleza atende a mais de 350 mil vidas e possui cerca de 4 mil médicos cooperados. A expectativa da cooperativa é de um crescimento da carteira de clientes para este ano da ordem de 5%.

Inflação/reajuste

De acordo com Marcos Aragão, entre 2020 e 2021, os custos da cooperativa, com a pandemia atingiram R$ 200 milhões. Ele observa que a inflação médica ficou em torno de 10% (equivalente ao IPCA), mas ressalta que os reajustes para usuários são definidos pela Agência Nacional de Saúde (ANS). Lembrou que o reajuste negativo de 2021 surpreendeu e trouxe grande impacto ao setor.

Ida às compras

Sobre as movimentações no mercado de saúde suplementar, com aquisições e fusões, Aragão afirmou que o Sistema Unimed está atento aos desdobramentos com a saída da United Health do mercado (ex-dona da Amil). E, apesar de a Rede D'Or já estar negociando para uma possível compra da carteira, o Sistema Unimed está observando e há possibilidade de surgirem negociações.

Já a Unimed Fortaleza é parceira dos grandes players que chegaram recentemente ao mercado da Capital cearense, também fruto de fusões e aquisições, e pretende manter negociação para assim continuar, mas privilegiando a sustentabilidade do negócio, adianta Aragão.

Pandemia 

O novo presidente da Unimed Fortaleza afirmou que, no momento, a cooperativa não espera nova onda de Covid19, mas caso ocorra, ressalta que a estrutura está preparada para atender à demanda. Os boletins com os números de casos e óbitos da doença passam a ser informados a cada sexta-feira via assessoria de imprensa.

Membros da diretoria

A nova diretoria da Unimed Fortaleza é composta pelos seguintes membros, com os respectivos cargos: Dr. Fabrício Martins (diretor comercial); Dr. Flavio Ibiapina (diretor administrativo-financeiro); Dr. Marcos Aragão (presidente); Dra. Fernanda Colares (diretora de Recursos Próprios); Dr. Assis Filho (diretor de Provimentos de Saúde).

Leia mais