Gastronomia: Baronesa é nova atração em Guaramiranga

guaramiranga
Construída sobre uma colina, em 1978 como Palácio Guaramiranga é o local onde abriga o novo Restaurante Baronesa

Aproveitando a vista natural da Mata Atlântica e uma sensação diferenciada em cada ambiente, o Baronesa, que está situado no Palácio Guaramiranga, dentro do Hotel Escola de Turismo do IFCE, iniciou as operações em soft open com três ambientes: Café, Lounge e Restaurante.

Também está sendo montado uma programação cultural para o novo Baronesa que deverá atrair pessoas de todas as regiões do Ceará e do Brasil para conhecerem esse que deverá ser um novo ponto turístico do estado.

Lounge

A área ao ar livre, com piscina, é o lounge, perfeito para um happy hour, experimentar petiscos e drinks da casa. O Lounge também é um convite para conhecer as opções de vinhos e espumantes do Baronesa, que possui uma adega com mais de 30 rótulos de qualidade de diversos países como Portugal, Itália, França, Espanha, EUA, Uruguai, Chile e Argentina.

Café

O Café do Restaurante Baronesa é aconchegante e a parte ideal da nova casa para um encontro casual. Uma boa oportunidade para experimentar a entrada "Canoa Quebrada", uma canoa de beringela, recheada com molho de tomate, carne de sol vegana desfiada, puxado no azeite. No Café, os clientes poderão provar os doces exclusivos: o "Bolo Barão", um bolo quente de chocolate, cobertura de ganache branca, banhado no creme inglês cítrico. A "Cartola do Maciço" também é outro destaque. Trata-se de uma cartola de queijo coalho, forneada com cacos de caramelo de canela e servido com sorvete de tapioca.

Restaurante

O coração do Baronesa está no alto, um visual deslumbrante do pôr do sol e da piscina, ambiente interno e varanda. Um empório com peças artesanais e claro, nosso restaurante, com a cozinha regional sofisticada, uma certeza de aguçar os paladares. 
O frescor dos ingredientes variam de acordo com a sazonalidade das estações do ano, por isso, sempre que visitar o Baronesa, o seu menu poderá ser completamente diferente.

No Baronesa estarão chefs criativos e ousados, que conhecem tudo da região do Maciço de Baturité, utilizando muitos alimentos cultivados na região, naturais e sem agrotóxicos. Eles saberão construir o melhor sabor pra você, ao seu gosto.

Abertura

Em ritmo de soft open, o novo Restaurante Baronesa estará abrindo seu salão para diretores do Instituto Federal do Ceará e alguns convidados dos sócios Kadu Milano, Thiago Vieira e Romulo Tuze. Thiago, que é arquiteto e responsável pela ambientação do local destaca a proposta do Baronesa: "Apresentaremos uma boa opção de diversão e boa gastronomia, com visual deslumbrante, atendimento impecável, atrações musicais e outras novidades que estaremos testando ao longo dessa fase de lançamentos.

Milano afirma que a proposta do Baronesa é ser um ponto turístico. "A nossa casa deverá entrar na famosa Rota do Café, um roteiro já existente nessa região serrana do Ceará, além de interagirmos com o calendário de festivais de Teatro e Jazz e Blues de Guaramiranga". Romulo Tuze destaca a preocupação em relação a pandemia. "Também teremos todo o cuidado em relação aos protocolos de saúde no combate a pandemia, seguindo todas as normas de segurança e preservando nossos clientes. Nosso Baronesa estará também aberto para casamentos, aniversários, eventos corporativos e outras reuniões, seguindo todos os protocolos", completou.

História

Construída sobre uma colina, em 1978 como Palácio Guaramiranga é o local onde abriga o novo Restaurante Baronesa. Na década de 70, o Major Hugo de Mattos Brito doou um terreno de aproximadamente três hectares do sítio Guaramiranga ao então governador José Adauto Bezerra de Menezes, para que no local fosse construir o palácio de veraneio do governador. A construção foi concluída em 1978. O mobiliário clássico, até hoje utilizado em suas dependências foi adquirido na gestão de Virgílio Moraes Fernandes Távora (1978-1982), pela então primeira dama Dona Luíza Távora.

Inicialmente pensado como palácio de veraneio do governador, o Palácio Guaramiranga teve essa finalidade durante 12 anos (1978-1990). Em 1990 o então governador Tasso Jereissati adaptou-o para Hotel Escola e Salão de Convenções. Inicialmente o Hotel Escola foi administrado pela Empresa Cearense de Turismo (Emcetur) e a partir de 1996 pela Secretaria de Turismo (Setur-CE). Em 2002 o governo realizou uma concessão de 10 anos ao Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac-CE), que estendeu-se até Fevereiro de 2012, quando o governo não renovou o contrato de concessão.

Em 10 de julho de 2012 o então governador do Ceará, Cid Gomes, celebrou o Termo de Cessão de Uso, conferindo ao Instituto Federal do Ceará a posse do imóvel. Em junho de 2014, a então presidente Dilma Roussef crou o IFCE Campus Avançado de Guaramiranga.