Troller antecipa fim da produção no Ceará para setembro

troller
A informação foi repassada pela direção da montadora aos funcionários. No total, são 470 nesta unidade Foto: Divulgação

A Troller reiterou, nesta segunda-feira (8/8),  o fim das atividades da empresa no Ceará, em Horizonte. A informação foi repassada pela direção da montadora aos funcionários. No total, são 470 nesta unidade.

Antecipação

A produção de veículos será encerrada em setembro, enquanto a fabricação de peças continua até novembro. Anteriormente, a parada na produção era prevista para dezembro.

As negociações para venda de máquinas e terreno continuam. Entretanto, uma provável venda não dá ao investidor o direito de produzir os modelos Troller.

A empresa disse que se manterá "empenhada" na venda dos ativos. Entretanto, o governo estadual não esperava a antecipação do fim da produção e aguardava que um dos potenciais interessados chegasse a entendimento.

Surpresa

A Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Estado do Ceará (Sedet) afirma que foi surpreendida com a notícia do fechamento da fábrica da Troller, em Horizonte, a partir do mês de setembro.  Desde janeiro que os Governos Estadual e Federal, por meio das Secretarias do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet) e da Fazenda (Sefaz), e o Ministério da Economia, acompanham as negociações buscando prováveis compradores.

"O Estado monitorou as tratativas, sem interferência, e se manteve entusiasmado com a finalização comercial até julho, quando o processo se afunilou com três possíveis compradores e a Ford disse estar sendo atendida, do ponto de vista dos acertos comerciais".

Porém, na tarde da segunda-feira (9/8), o diretor institucional da Ford no Brasil, Rogério Goldfarb, informou por telefone ao titular da Sedet, Maia Júnior, a suspensão das negociações alegando decisões da matriz americana que havia contratado empresa especializada em fusões e aquisições para o processo. A Ford informou ainda que a decisão corporativa foi de seguir com a venda da Troller sem negociar marca e design de produtos, diferente do que foi anunciado em janeiro deste ano. 

Busca se mantém

O Estado do Ceará reserva a posição de manter a busca pela continuidade da fábrica para o desenvolvimento do município de Horizonte e a manutenção dos empregos. “Continuaremos firmes na busca de entendimentos para que a Ford reflita que esta posição tomada pela matriz é indesejada por nós. A marca Troller não é mundial, foi criada por cearenses! Esperamos que a Ford americana e a do Brasil não prejudiquem o desenvolvimento do Ceará e os trabalhadores cearenses”, ressaltou Maia Júnior.