Coema projeto de instalação de complexo fotovoltaico em Jaguaretama

solar
O empreendimento é composto pelas Usinas Fotovoltaicas (UFV’s) Panati 1, 2, 3, 4, 5, 6 de 30MW, e as UFV’s Sitiá 1 e 2 de 25MW

O Ceará ganha mais um novo empreendimento de energia renovável. O Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema) aprovou o projeto para implantação do Complexo Fotovoltaico Panati e Sitiá em Jaguaretama, da empresa SER – Sistemas de Energia Renovável.

O empreendimento é composto pelas Usinas Fotovoltaicas (UFV’s) Panati 1, 2, 3, 4, 5, 6 de 30MW, e as UFV’s Sitiá 1 e 2 de 25MW. O complexo almeja a obtenção da Licença de Instalação objetivando se estabelecer como produtor independente de energia, através da produção de energia utilizando como fonte a radiação solar, fonte energética gratuita, limpa e inesgotável.

A 64ª Reunião Extraordinária do colegiado aconteceu com transmissão ao vivo pelo canal do Youtube da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), nesta quinta-feira (16/9).

Impacto ambiental

Durante a reunião do colegiado, os conselheiros tiveram acesso à informações sobre o Estudo de Impacto Ambiental e seu respectivo Relatório de Impacto Ambiental. Também esclareceram dúvidas existentes sobre o empreendimento.

O evento foi presidido pelo secretário Estadual do Meio Ambiente, Artur Bruno, contado também com a presença do secretário-executivo do Conselho e superintendente da Semace, Carlos Alberto Mendes. Como parte do rito de licenciamento ambiental, a aprovação do colegiado é condição para que a Semace emita a licença de instalação do projeto.