RioMar doa 200Kg de tecidos de fardas ao reúso

img1
A iniciativa faz parte das ações socioambientais do RioMar Fortaleza com a destinação correta pelo empreendimento e irá transformar os tecidos em cobertores para doação em comunidades e pessoas em situação de rua

Entre os resíduos que mais degradam a natureza estão os têxteis que podem levar em média 200 anos para decomposição, no caso de poliéster, impactando o meio ambiente desde o processo de fabricação até a destinação final. Uma das maneiras de contribuir com a redução do impacto desse ciclo é a reutilização desses tecidos. Nesse sentido, o RioMar Fortaleza destinou cerca de 200kg de fardamentos usados para a Rede de Mulheres Empreendedoras Sustentável (REMES). 

A associação transformará os tecidos em retalhos para confecção de cobertores a serem doados para comunidade do Parque Lebron e pessoas em situação de rua. Até o final do mês de junho, o empreendimento realizará nova doação de outros 200kg de resíduos.

Vulneráveis

A REMES já desenvolve um trabalho em rede em 14 bairros de Fortaleza com mulheres em situação de vulnerabilidade social e/ou violência doméstica, que através da qualificação e do desenvolvimento de trabalhos artesanais com materiais recicláveis gera renda e independência financeira para as participantes. 

Para esta ação, as costureiras voluntárias da célula do Parque Leblon buscam dar continuidade à cadeia de solidariedade e sustentabilidade, ajudando às pessoas vulneráveis e em situação de rua que também precisam de apoio.  A previsão é de que as confecções e doações dos cobertores aconteçam ao longo do mês de julho.

“As parcerias são muito importantes para as ações sociais. Os fardamentos doados pelo shopping RioMar serão transformados em lençóis e destinados para famílias em situação de vulnerabilidade social  e em situação de rua. Assim, a gente vai minimizando essas angústias sociais e também ajudando o meio ambiente, impactando na diminuição dos lixões, transformando resíduos para uma ação sustentável.”, enfatiza, Geni Sobreira – coordenadora social da REMES.

Reciclagem

A iniciativa faz parte da atuação socioambiental do shopping do Grupo JCPM, que entre as ações de sustentabilidade mantem em sua estrutura uma Central de Reciclagem, responsável pela destinação correta de todo o resíduo com potencial de reciclagem gerado pelos lojistas, funcionários e clientes dos empreendimentos. 

Só no ano de 2020, foram reciclados quase 270 toneladas, entre papel, papelão, plástico, vidro, metal e alumínio.  O espaço contribui também para geração de emprego e renda de recicladores e suas famílias, moradores do entorno, que administram as Centrais, ficando com os valores arrecadados com a venda do material reciclado.