Procon: preços variaram até 216% em agosto

img1
O levantamento foi realizado pelo Procon Fortaleza em supermercados das diversas regionais da Cidade contempla 61 itens

Aumentos sem parar e pesquisa totalmente indispensável. O Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza) divulgou, nesta terça-feira (31/08), a nova pesquisa de preços nos supermercados da Capital com os 61 itens consultados mensalmente. 

O levantamento, realizado entre os dias 14 e 15 de agosto, indica que alimentos e produtos nos supermercados de Fortaleza variaram até 216,93% em agosto. É o caso do pacote da esponja de aço, com oito unidades. O item, da mesma marca e quantidade, foi encontrado de R$ 1,89 a R$ 5,99.

100% de variação

Entre os 61 itens, 10 produtos apresentaram variações acima de 100%. O quilo da cenoura, por exemplo, variou de R$ 1,99 a R$ 5,99, uma diferença de 201%. A laranja também está entre as maiores diferenças de preços, sendo encontrada de R$ 1,99 a R$ 5,69, ou seja, 185,92% de variação.

Preços e troco

A diretora do Procon Fortaleza, Eneylândia Rabelo, orienta que o consumidor fique atento aos preços com composição de centavos, exigindo o troco devido. "É bom ressaltar que é obrigação do estabelecimento fornecer o troco devido ao consumidor. Não cabe a desculpa da falta de troco". Ela explica que, nestes casos, o supermercado tem que baixar o preço do produto até devolver o troco corretamente para o consumidor.

Todos os preços da pesquisa estão disponíveis no aplicativo "Proconomizar", nas plataformas android e iOS, bem como no portal da Prefeitura de Fortaleza, na aba de defesa do consumidor.

A pesquisa do Procon Fortaleza é informativa e possibilita ao consumidor optar por estabelecimentos que ofereçam preços mais baratos. O levantamento é realizado presencialmente e dividido por itens de alimentação, carnes e aves, padaria, refrigerantes, frutas e verduras, higiene pessoal, limpeza doméstica e ainda cuidados e higiene infantil.

Por Regional

O Procon também acompanha, mensalmente, a evolução de preços de produtos em todas as regionais de Fortaleza. A Regional 9, onde ficam bairros como Ancuri, Conjunto Palmeiras e Jangurussu, apresentou o maiores valores, custando os 61 produtos R$ 727,72. 

Já a Regional 2, em bairros como Aldeota, Cais do Porto e São João do Tauape, os itens custaram R$ 526,56. Nesta análise, o Procon lembra que a soma dos produtos pode ser afetada pela quantidade de itens disponíveis nos supermercados consultados.