Celular: 944,6 mil cearenses já trocaram de operadora

img1
1,36 milhão transferências entre operadoras foram realizadas no Estado desde o início da portabilidade

Em busca, sobretudo de vantagens, negociação ou reduzir o valor da conta,  o consumidor cearense aprendeu a apostar na portabilidade numérica com a troca de operadora. Os números do serviço constam do balanço anual da ABR Telecom (Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações), Entidade Administradora da Portabilidade Numérica.

No Ceará, desde que a possibilidade foi criada, há 12 anos, a partir de setembro de 2008, até o dia 31 de dezembro de 2021, foram realizadas 1,36 milhão transferências entre operadoras. Dessas, 421,43 mil (31%) para usuários de telefones fixos e 944,67 mil (69%) de telefones móveis.

Último trimestre de 2021

No Ceará, entre outubro e dezembro de 2021, foram realizadas 54,61 mil
migrações entre operadoras de serviços telefônicos. As solicitações de usuários de telefones fixos, nessas transferências, respondem por 6,27 mil migrações (11%) e as demandas realizadas no serviço móvel por 48,34 mil (89%).

Brasil 

No País, usuários de telefones fixos e móveis, no Brasil, realizaram 73,50 milhões de mudanças de operadoras entre setembro de 2008, quando a portabilidade numérica passou a existir. 

No balanço integral desses 12 anos de existência do serviço, foram registradas 19,71 milhões (27%) de transferências entre operadoras de telefonia fixa, com a manutenção do número do telefone por seus usuários. Já os portadores de telefones móveis, fizeram 53,79 milhões (73%) de migrações no mesmo período.

Quarto trimestre

Durante o quarto trimestre de 2021 - de outubro a dezembro -, em todo o território nacional, 2,15 milhões de portabilidades numéricas foram concluídas. As solicitações para transferências de operadoras de telefones fixos respondem por 342,49 mil (16%) e as trocas no serviço móvel por 1,81 milhão (84%).

Regulamento

A portabilidade numérica é realizada entre prestadoras de Serviço Móvel Pessoal
(SMP) e Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC) conforme a Resolução 460/2007 da Anatel.

As trocas devem ser solicitadas pelos usuários sempre dentro do mesmo serviço, isto é, de móvel para móvel ou fixo para fixo, e na área de alcance do mesmo DDD.

A partir do momento em que o usuário solicita a transferência de operadora comunicando à empresa para onde deseja migrar, a efetivação acontece em três dias úteis ou após esta data, quando o usuário quiser agendar. Caso o usuário desista da migração e decida permanecer na operadora que presta o serviço, dispõe de dois dias úteis, após a solicitação de transferência, para suspender o processo de migração em andamento.

Serviço

Para fazer a portabilidade numérica

Entre os critérios que devem ser observados, no momento de solicitar transferência de operadora, o
regulamento da portabilidade numérica orienta:
- Informar à operadora de telefonia que recebe o pedido, o nome completo
- Comprovar a titularidade da linha telefônica
- Informar o número do documento de identidade
- Informar o número do registro no cadastro do Ministério da Fazenda, no caso de pessoa
jurídica
- Informar o endereço completo do assinante do serviço
- Informar o código de acesso
- Informar o nome da operadora de onde está saindo.
Consultas - Acompanhe o movimento de pedidos e efetivações de transferências da portabilidade
numérica conforme o DDD e a data de início do serviço, pelo site da ABR Telecom
https://www.abrtelecom.com.br
Neste endereço também há um sistema de busca para identificar a qual operadora pertencem os
números de telefones, consulte aqui:  https://consultanumero.abrtelecom.com.br/