Oi Fibra chega a São Paulo; Ceará avançou 210% neste serviço

oi
"A nossa oferta é completa, ela vai além da conectividade, com a entrega de serviços digitais, como por exemplo de casa inteligente e conteúdo  voltado para entretenimento", destaca Bernardo Winik, diretor de Clientes da Oi Reprodução: Regina Carvalho

As operadoras de Telecom ganham mais motivos para alavancar a competitividade. Em meio à expectativa para os rumos do 5G, é hora de investir em captar clientes. A Oi deu um grande passo, nesta terça-feira (27), ingressando no segmento de internet por fibra ótica em São Paulo, o maior mercado consumidor do País e com elevado poder aquisitivo.

A companhia afirma que sua Oi Fibra já supera a marca de 2,5 milhões de clientes no Brasil. A aposta é no Oi Fibra para consumidores residenciais, empresariais e corporativos.

No Ceará

O serviço de ultra banda larga por fibra ótica da Oi cresceu 150% em 12 meses nas cidades onde está disponível, 142 incluindo SP, e já ultrapassa o número de assinantes conectados por cobre. No Ceará, esse crescimento é mais substancial percentualmente e atingiu 210%, estando presente em Fortaleza e Juazeiro do Norte. No Estado, atualmente, são 512.406 pontos de acesso (domicílios) com essa tecnologia e 72.039 clientes.

Com a chegada do Oi Fibra na capital financeira do Brasil, o Oi Fibra passa a estar presente em todos os estados e 100% das capitais com soluções de conectividade e serviços digitais para fins residenciais, empresariais e corporativos. Os planos da companhia foram apresentados pelo time de diretores em apresentação online nesta terça.

Plataforma nacional

A entrada com o Oi Fibra em São Paulo "consolida o posicionamento da Oi como plataforma nacional de tecnologia integrada e de serviços digitais. Trata-se de uma etapa extremamente importante do plano estratégico de transformação do negócio, que tem como foco a expansão da fibra ótica, por se tratar da cidade com a maior demanda por banda larga de alta velocidade do País", destaca a companhia.

400 mil novos domicílios

A expectativa da Oi é cobrir 400 mil domicílios em São Paulo ainda em 2021 e chegar a 2 milhões em 2022. “Com a Oi Fibra em São Paulo, estamos trazendo a melhor solução em fibra disponível no mercado para disputar espaço num mercado altamente competitivo e que demanda serviços de alta qualidade”, afirma Rodrigo Abreu, presidente da Oi.

“Vamos aplicar também em São Paulo nossa estratégia de reúso, que consiste em aproveitar a infraestrutura já disponível para fazer uma abordagem de mercado mais acelerada. Essa iniciativa vem fazendo a diferença nas praças em que já entramos com a Oi Fibra”, avalia José
Claudio Gonçalves, diretor de Operações da Oi.

"A nossa oferta é completa, ela vai além da conectividade, com a entrega de serviços digitais, como por exemplo de casa inteligente e conteúdo  voltado para entretenimento", afirma Bernardo Winik, diretor de Clientes da Oi.

Expansão e meta

Lançada em 2018, a Oi Fibra vem expandindo rapidamente e demonstrando seu potencial de democratizar o acesso da população à mais moderna tecnologia de conexão de internet. Impulsionada pelo seu diferencial competitivo de uma rede de transporte com mais de 350 mil quilômetros de extensão e uma rede de transporte de alta capacidade, atende todo o País e garante a qualidade na conexão, associada à robustez da tecnologia de fibra até a casa/empresa do cliente.

A partir de agora, a Oi Fibra está presente em 142 municípios, tem capacidade de instalação em 10,9 milhões de endereços e conta com 2,5 milhões de clientes, distribuídos em todos os estados do País. Até o fim do ano, a companhia planeja expandir o serviço para 228 municípios, conquistar 3,5 milhões de clientes e ter disponibilidade para instalação em 14,8 milhões de endereços.

Balanço positivo

A expectativa, de acordo com laudo financeiro da consultoria Ernst & Young feito a pedido da companhia por causa do aditamento ao plano de recuperação judicial, é que após perder cerca de R$ 9,31 bilhões em 2020, a Oi venha a anotar um lucro de R$ 224 milhões neste ano.

Leia também: https://www.blogdareginacarvalho.com.br/oi-investimento-ceara-fibraotica