Gasolina sobe novamente e atinge 54% de alta no ano

gasolina
A partir desta terça-feira (9), a gasolina será reajustada em 9,2% nas refinarias e o diesel em 5,5%

Não bastasse o colapso e o sofrimento vivido pelos brasileiros neste momento da pandemia de Covid19, a disparada dos preços dos produtos revive a pressão inflacionária sem trégua.

A Petrobras anunciou, nesta segunda-feira (8), mais um aumento de combustíveis. Trata-se do sexto reajuste em 2021. A partir de terça-feira (9), a gasolina será reajustada em 9,2% nas refinarias e o diesel em 5,5%.

A nova alta significa que os reajuste em 2021 já acumulam 54% no preço da gasolina e de 41,6% no diesel. 

Os preços médios nas refinarias serão de R$ 2,84 por litro para a gasolina e de R$ 2,86 por litro para o diesel.

Alinhamento

Segundo a Petrobras, o aumento se justifica por "alinhamento dos preços ao mercado internacional [que] é fundamental para garantir que o mercado brasileiro siga sendo suprido, sem riscos de desabastecimento, pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros refinadores, além da Petrobras".

A empresa justifica que esse mesmo equilíbrio competitivo foi responsável pelas reduções de preços quando a oferta cresce no mercado internacional, como ocorrido ao longo de 2020. Entretanto, na ponta as quedas de preços são bem mais raras, considerando a cadeia do setor e o lucro, além dos impostos.