Lançado edital BS Innovation Hub para startups

bs
Eduardo Hamdan, Marcus Saraiva e Strauss Nasar estão a frente da gestão, e pretendem incubar e acelerar 20 empresas, anualmente

O Edital do BS Innovation Hub, para seleção de startups, foi lançado na terça-feira (2). O Hub é uma parceria das empresas Gomes de Matos Consultoria, Cordel Ventures e BS Par Incorporações, os sócios Eduardo Hamdan, Marcus Saraiva e Strauss Nasar estão a frente da gestão, e pretendem incubar e acelerar 20 empresas, anualmente.

Fortalecimento

O objetivo do BS Innovation Hub é fortalecer o ecossistema de inovação no Estado do Ceará e vai priorizar, inicialmente, oito verticais, entre as quais: marketing e vendas, construção civil, internet das coisas, saúde, educação, finanças e logística que serão contempladas no Edital. 

Segundo Eduardo Hamdan, o Ceará é muito fértil neste aspecto, tem grande potencial, contudo a mortalidade das empresas também é expressiva pela falta de incubação, aceleração, mentoria e incentivos. 

"O Ceará está em 11º lugar em número de startups, no Brasil e há 187 startups registradas, segundo a Associação Brasileira de Stratups.  A mais conhecida é a unicórnio Arco Educação, o potencial do Ceará é absurdo e precisa ser melhor explorado", afirma.

Inscrições

Com o primeiro edital  lançado, as inscrições ficarão abertas durante 45 dias e as startups passarão pelo programa de aceleração semestral que visa escalar o crescimento das startups aliando mentoria e investimento. Haverá encontros semanais e a parceria também da Unifor, nos diagnósticos de inovação.

A estrutura física, que contará com espaço de 300 metros quadrados, estará disponível no Empreendimento BS Design com recepção, duas salas de reuniões, apoio de marketing, apoio jurídico, além de uma sala com 20 assentos para mantenedores, sala de direção, espaço de descompressão e dez salas destinadas às startups.

Aceleração

Serão aceleradas startups prioritariamente de oito verticais, são elas: retailtech, martech, healthtech, fintech, logtech, IOT, edtech e construtech. O programa de aceleração é realizado em seis meses, com 16 encontros, que vão desde modelo de negócios, marketing, financeiro, pessoas e termina com a preparação de um Pitch para atrair investidores. 

Mantenedoras
Além da iniciativa conjunta das empresas Gomes de Matos Consultoria, Cordel Ventures e BSPar Incorporações, o projeto conta também com mais seis empresas mantenedoras até o momento: Grupo Cidade de Comunicação, CMM Engenharia, Grupo Fortes Tecnologia, Solar Coca Cola, Grupo São Carlos Medicina e Saúde e Super Mercadinhos São Luiz.