Energia solar: EDP investe R$ 177 mi na aquisição da AES Inova

edp
Com a operação, a EDP amplia em 50% o tamanho de sua carteira de projetos e avança em sua estratégia de crescimento no segmento de energia solar

A EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico, assinou, por meio da EDP Smart, divisão que reúne seu portfólio de Soluções em Energia, um contrato para a compra da AES Inova, plataforma de investimento em geração distribuída da AES Brasil.

O investimento total estimado é de R$ 177 milhões, considerando o valor de aquisição de R$ 101,7 milhões e o CapEx para o desenvolvimento dos projetos.

Com a operação, a EDP amplia em 50% o tamanho de sua carteira de projetos e avança em sua estratégia de crescimento no segmento de energia solar.

O fechamento do negócio adiciona quase 34 MWp ao portfólio da EDP Smart por meio de ativos localizados no Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerais. Deste total, aproximadamente 16 MWp referem-se a empreendimentos contratados e em operação comercial. Os demais 18 MWp referem-se a projetos ready to build em Minas Gerais, que permitirão à EDP o desenvolvimento da obra, a contratação em um mercado estratégico e o aproveitamento de sinergias operacionais com outros ativos na região.

Receita e menos riscos

“Esta operação representa para a EDP uma excelente combinação entre projetos contratados – o que significa garantia de receita e mitigação de riscos – e projetos em construção – nos quais nos destacamos pela excelência da entrega no prazo e custo predefinidos”, afirma João Marques da Cruz, CEO da EDP no Brasil. “Trata-se de mais um passo firme da EDP rumo ao seu objetivo de liderar a transição energética no País, apostando fortemente na geração solar distribuída e centralizada (utility scale)”, acrescenta.

Portfólio

A EDP encerrou 2020 com 65,3 MWp de energia solar em seu portfólio – 34,5 MWp em projetos já entregues a clientes como Banco do Brasil, TIM, Claro, Johnson & Johnson, entre outros, e 30,8 MWp em projetos já contratados em desenvolvimento e construção. Em dezembro, a Companhia assinou um acordo de investimento na Blue Sol Participações S.A., com o objetivo de adquirir participação de até 40% na empresa e aumentar sua capilaridade no segmento de energia solar B2C.