Toque de recolher mais cedo e novo horário no comércio

praca
Fortaleza com ruas mais vazias. O novo toque de recolher será entre 20h e 5h, de segunda a sexta-feira, e entre 19h e 5h aos sábados e domingos, com saídas permitidas somente em situação de comprovada necessidade Foto: Divulgação

Toque de recolher ainda mais cedo e novos horários para o comércio. Essas são as medidas de maior impacto para tirar de circulação mais pessoas das ruas no Estado.

O aumento de leitos está ocorrendo nas redes pública e privada, mas o impacto das aglomerações de Carnaval e a variante do novo coronavírus estão fazendo explodir o número de casos.

Medidas

Na tarde desta sexta-feira (26), após reunião virtual com o Comitê formado por profissionais de Saúde, presidentes do Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa, e Ministério Público Estadual, Federal e do Trabalho, e a prefeitura de Fortaleza, o governador Camilo Santana utilizou as suas redes sociais para divulgar um novo decreto estadual, válido a partir deste sábado (27) até o domingo (7/3):

Como fica

– Toque de recolher entre 20h e 5h, de segunda a sexta-feira, e entre 19h e 5h aos sábados e domingos, com saídas permitidas somente em situação de comprovada necessidade;

– Comércio de rua funciona de segunda a sexta-feira até as 17h. As outras atividades econômicas (shopping centers e restaurantes) e as religiosas, até 19h (segunda a sexta-feira). Serviços essenciais podem funcionar após esse horário. No sábado e domingo, restaurantes funcionam até as 15h, e outras atividades econômicas e religiosas até as 17h;

– Espaços públicos continuam com circulação restrita todos os dias a partir das 17h;

– Igrejas devem realizar suas atividades com até 30% de sua capacidade, e estimular as celebrações de forma virtual;

– Academias de ginástica devem funcionar com 30% de sua capacidade, devendo fazer o agendamento de horários para o devido cumprimento de todos os protocolos sanitários;

– Continua remoto o trabalho para servidores públicos, com exceção das atividades essenciais. Recomendação para a mesma medida junto ao setor privado;

– Seguem as barreiras sanitárias em Fortaleza, com recomendação para o controle por parte dos municípios no Interior.