Assaí cresce 30% e anota receita bruta de R$ 39,4 bilhões

assai
Somente no Nordeste, foram inauguradas sete lojas ao longo do ano nos estados da Bahia, Maranhão, Pernambuco, Ceará e Alagoas, totalizando 49 unidades abertas na região

Mesmo em um ano desafiador, o Assaí Atacadista manteve um forte ritmo de crescimento ao longo de 2020 e registrou uma receita bruta de R$ 39,4 bilhões no ano, com incremento de cerca de R$ 9 bilhões impulsionado pelo ritmo intenso e assertivo de expansão. Os números representam um avanço de 30% ante o mesmo período do ano anterior. Ao longo de 2020, foram inauguradas 19 lojas, que contribuíram para o atual quadro de 184 unidades abertas em 23 estados brasileiros e no Distrito Federal. 

Vigor no Nordeste

Apenas na região Nordeste, foram inauguradas sete lojas ao longo do ano nos estados da Bahia, Maranhão, Pernambuco, Ceará e Alagoas, totalizando 49 unidades abertas na região.

A companhia também registrou 38,4% de crescimento do EBITDA ajustado, totalizando R$ 2,7 bilhões na comparação com o ano anterior, e mais de R$ 1,0 bilhão de lucro líquido no mesmo período. Além disso, gerou em 2020 mais de 5 mil novos postos de trabalho em todo Brasil. Para 2021, a rede tem a meta de inaugurar até 28 novas lojas até dezembro. 

Economia

O Assaí é um atacado de autosserviço que atende pequenos e médios comerciantes e consumidores em geral que buscam economia em compras de grande volume. Atacadista com taxa de crescimento anual composta nos últimos seis anos de 28,3%, a rede está presente nas cinco regiões do País com 184 lojas distribuídas em 22 estados e no Distrito Federal.

É um dos dez maiores empregadores do país com mais de 50 mil colaboradores e, mensalmente, recebe 30 milhões de clientes em suas lojas. A empresa conta ainda com uma plataforma própria de serviços financeiros, o Passaí, composta por cartão próprio e uma maquininha de cartão de crédito e débito.

Em 2020, o Assaí esteve entre as 20 marcas mais valiosas do País em ranking anual promovido pela Interbrand, apareceu em 1º lugar como empresa mais eficiente do varejo no Empresa Mais Estadão e foi a empresa mais admirada do Brasil no voto popular no ranking Melhores e Maiores da revista Exame.