Mercado de imóveis usados cresce 45,18% no Ceará na pandemia

kenlo
A demanda por imóveis para aluguel também foi medida pelo crescimento nas visitas, referendando a maior demanda Foto: Freepik

O mercado de imóveis usados registrou crescimento de 45,18% no Ceará em 2020 em relação ao ano anterior. Entre o segundo trimestre (mês em que se iniciou a quarentena no Brasil) e o último de 2020 foram fechados 1.057 contratos de aluguel ou venda de imóveis usados no Estado, 41,69% acima do mesmo período de 2019.

Nos dois últimos trimestres do ano, a aceleração foi ainda mais evidente: houve aumento de 66,41% e 59,55% no terceiro e quarto trimestres, respectivamente.

Demanda

Os dados foram compilados pelo PMI (Painel do Mercado Imobiliário) produzido pela Kenlo e revelam que o interesse dos compradores e locatários também pode ser medido pelo aumento no número de visitas a imóveis disponíveis.

Após queda no segundo trimestre, as visitas tiveram alta de 101,98% e 115,02%, respectivamente nos dois últimos trimestres de 2020.

PMI

O Painel do Mercado Imobiliário (PMI), criado pela Kenlo, é uma iniciativa pioneira no Brasil e que proporciona o acompanhamento do mercado de imóveis usados com base em dados obtidos em tempo real, a partir de um ecossistema que contempla 7,2 mil imobiliárias e 44 mil corretores, de todas as regiões do país e que atendem a mais de um milhão de proprietários de imóveis. O PMI reúne uma amostragem do mercado imobiliário secundário de treze estados brasileiros nas cinco regiões. Mais detalhes sobre o PMI podem ser obtidos no site .

Sobre Kenlo

A Kenlo é uma plataforma que oferece serviços e produtos com a proposta de integrar experiência digital, inteligência de dados e soluções de crédito e seguros para as imobiliárias locais, gerando novas oportunidades e fontes de renda para esse mercado. A empresa fornece soluções de digitalização para imobiliárias locais, treinamentos para equipes, informações de mercado, possibilitando que as imobiliárias se transformem em plataformas completas de negócios.

Em parceria com a Jive Investments, estruturou e lançou um fundo de R﹩ 400 milhões, destinado a gerar crédito imobiliário, com garantia do imóvel, que possibilita a captação 60% do valor do imóvel em empréstimo, com juros mais baixos e prazos longos, com processo totalmente digital.