Porto do Pecém inicia 2021 com alta de 30% nos desembarques

pecem
Nos desembarques de cabotagem, a movimentação entre o Pecém e outros portos do Brasil, os principais produtos movimentados foram minérios; cereais; ferro fundido; e alumínio

O primeiro mês de 2021 já terminou, mas deixou bons números no Terminal Portuário do Pecém. Isso porque foi registrado 15% de crescimento na movimentação de cargas em janeiro (1.367393t) desse ano em comparação a janeiro (1.193,641t) de 2020.

Destaque para os desembarques que cresceram 30%, de 784.316t em jan/2020 para 1.016,352t em jan/2021.

Produtos

Nos desembarques de cabotagem (movimentação entre o Pecém e outros portos do Brasil) os principais produtos movimentados foram minérios; cereais; ferro fundido; e alumínio.

Já nos desembarques de longo curso, combustíveis minerais; ferro fundido; e adubos foram os principais produtos desembarcados procedentes de outros portos do mundo. Ou seja, mais cargas chegaram ao Ceará, ao Brasil em janeiro de 2021 através dos píeres do Porto do Pecém.