Hard Rock: crédito do BNB acelera obras do bloco hoteleiro

vci
Samuel Sicchierolli e Rodrigo Bourbon, respectivamente, presidente da VCI S.A. e superintendente estadual do BNB (no centro), concretizaram a operação de financiamento de R$ 71 milhões com assinatura do contrato, nesta quinta-feira (21) Foto: Divulgação

Os R$ 71 milhões em financiamento do Banco do Nordeste (BNB) à VCI S.A. vão impulsionar os projetos Residence Club at the Hard Rock Hotel Fortaleza e mais cinco empreendimentos da marca no Brasil. Juntos, os seis representam em torno de R$ 6 bilhões em valor de vendas, sendo o cearense responsável sozinho por R$ 1 bilhão e será uma vitrine do Estado no mercado turístico nacional e internacional. 

A VCI concretizou, nesta quinta-feira (21), no Hard Rock Cafe, a assinatura da operação com recursos oriundos do FNE, com a instituição financeira de fomento ao Nordeste. 

Impulso

De acordo com Samuel Sicchierolli, presidente da VCI, a operação com o BNB vai acelerar as obras do bloco hoteleiro do complexo

hrh
O bloco hoteleiro tem obra prevista para terminar em dezembro de 2021, incluindo construção e acabamento

encravado na Lagoinha, a 130 Km de Fortaleza, gerando impulso no desenvolvimento turístico e emprego no Ceará. O empreendimento no Estado responderá por 538 empregos diretos e dois mil indiretos.

Além do projeto cearense, os demais empreendimentos terão lugar no Paraná (Ilha do Sol), Foz do Iguaçu, Natal, Recife e São Paulo. A VCI também estuda outros três novos projetos com a marca Hard Rock no País e quatro da brand Eurostars Hotels.

Entrega em dezembro

Segundo Sicchierolli, o resort cearense terá a primeira fase entregue em dezembro deste ano. "Os recursos serão aplicados na construção do hotel. Como há uma operação de fomento com juros subsidiados, o mais baixo do mercado, fez sentido usar o Banco do Nordeste neste momento e não outros agentes financeiros para essa operação", assinala o CEO da VCI.

O bloco hoteleiro tem obra prevista para terminar em dezembro de 2021, incluindo construção e acabamento. Em seguida, vem a parte do Hard Rock, com equipamentos a serem instalados e treinamento, diretamente a cargo da rede americana, seguindo o padrão internacional. A previsão é estar com o habite-se no fim deste ano.

"Com a pandemia a gente sofreu bastante, pois 40% dos produtos são importados. Tem vários países que estão fechados e estamos trabalhando para minimizar esse problema", comenta o presidente da VCI. 

Execução de obras e vendas

O Residence Club at the Hard Rock Hotel Fortaleza possui três fases, cada uma está em um momento diferente. Em relação às obras civis, estão em torno de 85% concluídas. Quanto às vendas, a primeira fase está 100% comercializada; a segunda, com 60%, e a terceira, começou em dezembro, se situa entre 10% e 15%.

Diferencial

O Hard Rock Hotel Fortaleza possui 225 apartamentos no bloco hoteleiro, 135 apartamentos de dois dormitórios e 15 casas exclusivas que hospedam confortavelmente até 12 pessoas. Além de três piscinas, quatro restaurantes e três bares, SPA, área kids & teens e áreas para esportes.

É um empreendimento à Beira-Mar, com 538 unidades entre casas e apartamentos e uma área de 190 mil m² aproximadamente, o que equivale a cerca de 14 quarteirões. "Acreditamos bastante no destino pela atratividade e pela região belíssima e é praticamente uma praia privativa", assinala o presidente da VCI.

Novo padrão de mercado

"Nosso produto tem uma vertente de turismo, mas tem uma solução de férias muito interessante para o consumidor final, pois com a aquisição você escolhe a quantidade de semanas que vai usar e só paga o que usa e são 4.300 destinos para viajar, uma solução que permite que não se pague mais hotel, o que passará a ser um padrão de mercado no turismo", diz, explicando o conceito de multipropriedade.

Banco do Nordeste

O superintendente estadual do BNB no Ceará, Rodrigo Bourbon, destaca a importância do complexo hoteleiro com operação pela marca Hard Rock. "Não temos dúvida que em um momento como esse, em que há uma pandemia, a aposta do Banco do Nordeste e do grupo VCI em um equipamento como este trará uma forte atração para o turismo na região. Entendemos que com isso a gente cumpre nosso papel de banco de desenvolvimento", conclui.

Leia tambémhttp://www.blogdareginacarvalho.com.br/node/2754