Pecém: Mizu Cimentos recebe 1º maquinário de R$ 4 milhões

img1
A JM Negócios Internacionais foi responsável pela importação do primeiro equipamento da nova fábrica de cimentos

A Mizu Cimentos, que agora integra as indústrias implantadas no Complexo do Pecém, terá capacidade inicial de produção de 360.000 toneladas do insumo da construção civil por ano.

A JM Negócios Internacionais, empresa cearense de despacho aduaneiro, foi responsável pela importação do primeiro equipamento para a instalação da nova fábrica. 

Investimento

O redutor do moinho, um dispositivo dinâmico de transmissão que reduz a frequência de rotação, veio da China e custou mais de R$ 4 milhões.

A nova unidade está localizada às margens da BR 222, no município de Caucaia. De acordo com o CEO da JM Negócios Internacionais, Augusto Fernandes, a aquisição da máquina representa um ganho de produtividade para a indústria de cimentos. "A chegada de um equipamento desse porte evidencia o constante investimento da indústria cearense em tecnologia", destaca.

A Mizu Cimentos inaugurou a unidade do Complexo do Pecém em setembro de 2021. Segundo a empresa, a fábrica irá atender toda a Região Metropolitana de Fortaleza além das regiões Norte e Noroeste do Estado.