Pecém: hub de produtos siderúrgicos

img1
A Tecer Terminais, uma das principais prestadoras de serviço operacional no Porto, foi responsável pelo desembarque de um cavalo mecânico que veio da China junto com produtos siderúrgicos

Com o Porto do Pecém se consolidando cada vez mais como um hub de produtos siderúrgicos, os navios responsáveis pela movimentação de bobinas e placas de aço estão trazendo outros tipos de cargas, aproveitando a frequência das rotas existentes. 

Recentemente, a Tecer Terminais, uma das principais prestadoras de serviço operacional no Porto, foi responsável pelo desembarque de um cavalo mecânico que veio da China junto com produtos siderúrgicos. A operação foi realizada com o guindaste MHC (guindaste móvel portuário).

“Com o Pecém se consolidando como um hub logístico, estamos recebendo outras cargas que vêm junto com produtos siderúrgicos. E a Tecer, com seu MHC, tem a solução para descarregar esse tipo de carga”, diz Carlos Alberto Nunes, gerente comercial da Tecer.

Desempenho do porto

De janeiro a outubro, o Porto do Pecém  movimentou 18,107 milhões de toneladas, superando o resultado de todo o ano de 2019, o melhor resultado até então (18,100 milhões de toneladas). Entre as principais cargas movimentadas estão: minérios; combustíveis minerais; e ferro fundido.