Diageo amplia internacionalização da Ypióca e inclui a Ásia

ypioca
A fabricannte aumentou em 500% os destinos de exportações com Ypióca. Os maiores compradores são a Alemanha, China, EUA e França, mas já é degustada também na China e Japão

A Diageo expandiu em mais de 5 vezes o número de países para onde exporta produtos a partir do Brasil, nos últimos dois anos. Nesse período, saltaram de 3 para 16 os países com os quais a companhia tem relações comerciais.

O motivo é o avanço da internacionalização da Ypióca, marca de cachaça cearense, de propriedade da multinacional desde 2012, e que, no comércio exterior, tem como maiores compradores Alemanha, China, EUA e França.

A Diageo também mantém a liderança em bebidas alcoólicas premium e proprietária de marcas como Ypióca, Johnnie Walker e Tanqueray,

No mundo

A cachaça do Ceará, hoje, está presente mundo afora, devido a uma promoção internacional da marca em múltiplas frentes. Ypióca está presente nos cardápios dos principais bares, redes de restaurantes, feiras internacionais e eventos.

Também em lojas de varejo, com destaque para mais de 600 parcerias na França, especialmente com a rede de hipermercados Carrefour. Inclusive nos cruzeiros internacionais a bebida pode ser degustada. 

Outra frente é a participação em eventos das embaixadas brasileiras no exterior em datas importantes nacionais como, por exemplo, 7 de setembro, e em iniciativas como o “Navio Escola”, projeto da Marinha do Brasil que divulga o Brasil para o mundo por meio de um navio que visita mais de 10 países em sete meses, levando produtos brasileiros. 

Nas exportações da marca, evidenciam-se produtos de categoria premium, como Ypióca 150 e Ypióca Cinco Chaves, que conquistam cada vez mais paladares e premiações internacionais, além das tradicionalmente utilizadas no preparo de caipirinhas, Ypióca Conta Gotas Clássica e Ypióca Reserva Carvalho.

China e Japão

Duas potências mundiais do consumo, China e Japão, tornaram-se destino de exportações de Ypióca nos dois últimos anos. “As nações como um todo, e principalmente as orientais, têm apreço pela tradição da Ypióca, a marca de cachaça mais antiga do Brasil, criada em 1846, bem como pela responsabilidade social praticada pela companhia e que veem materializada nas garrafas, que têm revestimentos em palha de carnaúba trançada à mão por artesãos de comunidades e internas do sistema penitenciário do Ceará, empoderados socioeconomicamente”, afirma a gerente de marketing da Ypióca, Bárbara Carvalho. 

“Estamos levando para o mundo não apenas uma de nossas marcas, mas também um pouco da nossa cultura brasileira, por meio de uma bebida criada no Brasil, de uma marca centenária que exalta as raízes do Ceará, além de ter sabor exclusivo e de alta qualidade que muito nos dá orgulho”, ressalta o gerente de exportação da Diageo, Luiz Henrique Tiossi.