22.490 cearenses deixaram para declarar o IRPF no último dia

img1
A medida evita o pagamento de multas por atraso e depois é possível fazer ajustes, correções ou simplificações nas informações

Mesmo com o prazo da entrega da declaração do Imposto de Renda (IR) terminando nesta segunda-feira (31), muitos contribuintes ainda não entregaram a prestação de contas.

No Ceará, 22.490 deixaram a declaração para o último dia. A última atualização aponta 688.510 já apresentadas no Estado, sendo o total esperado de 711 mil.

No Brasil 30.851.830 já prestaram contas com o Leão. A expectativa total é para 32.619.749. Portanto, 1.767.919 tem até esta segunda-feira (31) para o envio da declaração.

Orientação

Para evitar o pagamento de multas por atraso o contribuinte pode entregar a declaração e depois fazer ajustes, correções ou simplificações nas informações que prestou.

A Receita dará ao declarante a oportunidade de se autorregularizar. Aquele contribuinte que ainda não preencheu a declaração pode contar com duas facilidades oferecidas pela Receita: a declaração pré-preenchida e o assistente virtual. Criado este ano, o assistente virtual já recebeu mais de 30 mil dúvidas de contribuintes.

Obrigatoriedade

A entrega é obrigatória para quem recebeu acima de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2020. Isso equivale a um salário acima de R$ 1.903,98, incluído o décimo terceiro.

Também deverá entregar a declaração quem tenha recebido rendimentos isentos acima de R$ 40 mil em 2020, quem tenha obtido ganho de capital na venda de bens ou realizou operações de qualquer tipo na Bolsa de Valores, quem tenha patrimônio acima de R$ 300 mil até 31 de dezembro do ano passado e quem optou pela isenção de imposto de venda de um imóvel residencial para a compra de um outro imóvel em até 180 dias.