Mercado imobiliário comercializa R$ 2,88 bi em 2021 na RMF

imoveis
A variação nos preços dos imóveis foi de 6,15% na Região Metropolitana e em Fortaleza em 2021. Os descontos ao comprador fecharam dezembro em 2,47%

2021 consolidou a retomada para o mercado imobiliário de Fortaleza e Região Metropolitana. O setor movimentou R$ 2,88 bilhões em vendas, com 8.438 unidades comercializadas nos diferentes perfis. O crescimento foi de 48,73% em unidades e de 36,27% em valor, contra 2020.

Para 2022, a previsão é de R$ 5,4 bilhões de Valor Geral de Vendas (VGV) em lançamentos. No ano que terminou foram lançados 24 empreendimentos incorporados, 71% acima de 2020, quase o dobro do registrado em 2016, com 3.127 unidades (crescimento de 123%), R$ 1,659 bilhão (90% a mais).

Valorização

A variação nos preços dos imóveis foi de 6,15%. E os descontos fecharam dezembro em 2,47%. Em janeiro de 2021 chegaram a 16,34%.

A velocidade de vendas terminou o ano em 4%, mas a média anual foi de 6,63%. O estoque remanescente no início deste ano é de 3.756 unidades no mercado, uma redução de 3,54%, com um valor equivalente R$ 2,44 bilhões.

Os números são do Flash Imobiliário, da Lopes Immobilis, que tem à frente o empresário Ricardo Bezerra, e traz o compilado do desempenho dos 70 maiores construtoras do Ceará, Fortaleza, Eusébio e Caucaia.

Residenciais verticais e m²

O ano fechou com 2.994 unidades residenciais verticais comercializadas, 67% acima de 2020, e em VGV de R$ 1,796 bilhão. O valor médio do metro quadrado de Fortaleza, incluindo o Casa Verde Amarela é de R$ 6.780,00, mas chega a superar R$ 11.278,00, no Meireles. Aldeota aparece com R$ 10.480; Cocó, 10.111,00/m².

Regiões de destaque 

A região da Parquelândia foi a mais procurada em 2021, ao todo foram comercializadas 529 unidades, grande parte dos apartamentos ficam localizados próximo ao Riomar Kennedy, seguido pelo bairro Meireles com 458 unidades.

Quartos 

Os apartamentos com 3 Quartos, sem considerar os produtos do Casa Verde e Amarela, são a grande demanda de Fortaleza/RMF, ao todo foram comercializadas 1.293 unidades, seguido por 997 unidades vendas de apartamentos com 2 quartos.