Ceará já soma 18 projetos de H2V e há mais 4 previstos

h2
Estão sendo trabalhadas outras quatro empresas para compor o Hub de Hidrogênio que escolheram o Ceará para seus projetos

Os projetos de Hidrogênio Verde (H2V) chegam a 18 no Estado, ampliando a fronteira do investimento na energia do futuro.  Mais um Memorando de Entendimento foi assinado nesta sexta-feira (29) pela empresa do grupo Comec, Nexway.

A intenção da companhia é de participar do pool de armazenamento de amônia, no futuro hub localizado no Porto do Pecém.

Segundo o secretário Maia Júnior, de Desenvolvimento Econômico, estão prontos outros dois protocolos do segmento que devem ser agendados em breve. Além disso, estão sendo trabalhadas outras quatro empresas para compor o Hub de Hidrogênio que escolheram o Ceará para seus projetos.

Intenções

O documento foi assinado pela governadora Izolda Cela, acompanhada do secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), Maia Júnior.

“Nós desejamos que seja um projeto de sucesso, pois aqui no Ceará nós temos feito um trabalho concentrado e uma ação sistêmica para nos firmarmos como um HUB de Hidrogênio Verde nesse momento de transição energética mundial”, disse a governadora Izolda.

“Estamos muito entusiasmados com a receptividade do Ceará. É um momento único e vamos de fato iniciar a construção. Não é um momento de projeto piloto e sim de executarmos um projeto de médio e grande porte”, afirmou o presidente da Nexway, Marcel Haratz.

Armazenamento

Na ocasião, também foi assinado Memorando de Entendimento com a empresa suiça Energy Vault SA, que fornece tecnologia de armazenamento gravitacional de energia.

“Nosso projeto trará uma solução inovadora pra cadeia de energias renováveis. Nós vamos armazenar energia, um elo que faltava na cadeia para suprir demandas desse setor”, disse o presidente da EV Brasil.

Para o secretário da Sedet, Maia Júnior, foi um evento muito significativo, destacando a inovação que será o armazenamento gravitacional da energia produzida. “Atrair uma empresa dessas para o Ceará é muito importante para estruturação que a gente faz nas energias renováveis”, disse o titular da Sedet.

O Hub de H2V

Lançado em fevereiro de 2021 pelo Governo do Ceará, Complexo do Pecém, Federação das Indústrias do Ceará (UFC) e Universidade Federal do Ceará (Fiec), o Hub de Hidrogênio Verde do Ceará visa transformar o território cearense em um grande fornecedor global desse tipo de combustível gerando emprego, renda e contribuindo diretamente para a descarbonização do planeta, um dos objetivos estipulados por diversos países do mundo até 2050.

Vale destacar ainda o grande potencial produtor de energias renováveis do Ceará, a localização geográfica e estratégica, assim como a capacidade logística e consumidora de Hidrogênio Verde do Complexo do Pecém. A infraestrutura e as parcerias internacionais facilitarão também a exportação, contribuindo, assim, para que o Ceará desponte como o primeiro HUB de Hidrogênio Verde do Brasil e da América Latina. A exportação de H2V através do Porto do Pecém será a mais curta entre a América do Sul e a Europa e, consequentemente, a de menor custo.

Empresas que já assinaram memorando de entendimento com o Estado:

Comex- Nexway

Enegix Energy

White Martins

Qair

Fortescue

Eneva

Diferencial

Hytron

H2helium

Neoenergia

Engie

Transhydrogen Alliance

Linde

Total Eren

AES Brasil

Cactus Energia Verde

Casa dos Ventos

H2 Green Power