Imóveis: financiamento no CE sobe 11%; mas cai em unidades

img1
O valor total dos contratos saiu de R$ 262,36 milhões, em janeiro de 2021, para R$ 293,420 neste ano, mas menos imóveis foram vendidos Foto: Regina Carvalho

O crédito imobiliário com recursos das cadernetas do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) inicia o ano com volume de R$ 14,6 bilhões no País. No Ceará houve um crescimento de 11% no valor financiado, mas o número de unidades foi menor que igual período de 2021.

Foram 1.331 habitações financiadas no Estado em 2022 ante 1.441 no ano passado. O valor dos contratos saiu de R$ 262,36 milhões para R$ 293,420 neste ano.

No País, o montante financiado foi 13,1% inferior ao registrado em dezembro, mas, na comparação com janeiro de 2021, cresceu 18,5%. O crédito atingiu R$ 14,6 bilhões no primeiro mês de 2022.

No acumulado no período de 12 meses, o montante financiado somou R$ 207,68 bilhões, alta de 60,8% em relação ao período precedente.

Em unidades

Foram financiados em janeiro de 2022, nas modalidades de aquisição e construção, 60,4 mil imóveis, resultado 6,7% menor que o de dezembro. Comparado a janeiro de 2021, observou-se alta de 9,8%.

Nos 12 meses encerrados em janeiro de 2022 foram financiados 871,7 mil imóveis com recursos da poupança do SBPE, resultado 92% superior ao do período imediatamente anterior.