Câmara Brasil Argentina no Ceará é instalada na Fecomércio

img1
"A intenção é fortalecer essa relação e garantir a plena sustentabilidade da Câmara, acreditando que isso será possível em um curto espaço de tempo”, destacou Tomás Figueiredo, chefe de gabinete da Fecomércio Ceará

Em busca da ampliação das relações comerciais com a Argentina, o terceiro mais importante parceiro comercial do Estado, foi instalada oficialmente, a Câmara do Comércio, Indústria e Turismo Brasil Argentina no Ceará (CBACE). 

O evento, realizado de forma híbrida, reuniu representantes da Fecomércio, Fiec, Governo do Estado, demais entidades e também o cônsul argentino Alejandro Funes Lastra.

“Com a Câmara instalada a perspectiva é de ampliarmos essa relação comercial, trazendo uma mudança de eixo e colocando o Ceará em foco. A intenção é fortalecer essa relação e garantir a plena sustentabilidade da Câmara, acreditando que isso será possível em um curto espaço de tempo”, destacou Tomás Figueiredo, chefe de gabinete da Fecomércio Ceará, representando o presidente do Sistema Fecomércio, Luiz Gastão Bittencourt na solenidade, na quinta-feira (12/8).

Estatuto e composição

Com sede na Federação do Comércio, a Câmara teve sua instalação formalizada com a aprovação do estatuto e da primeira diretoria composta pelo presidente, Rômulo Soares; o vice-presidente, Marcos Pompeu, representante da Fecomércio; e o diretor financeiro, Hermes Monteiro.

Rômulo Soares se comprometeu em trabalhar para que a Câmara tenha o vigor compatível com a importância que a Argentina tem para as relações comerciais do Ceará. De acordo com ele, o Estado vem há 20 anos fortalecendo essas relações comerciais com outros países e a CBACE chega como mais um reforço no avanço dessa política.

Projeto antigo

Segundo Marcos Pompeu, a instalação da Câmara iniciou em 2017, com os primeiros debates sobre a necessidade de criar essa associação. Em 2018, segundo ele, foi feita uma instalação provisória e em 2019 foram realizadas a 1ª rodada de negócios e articulações junto à Fiec, Governo do Estado e Sebrae.

“Em 2020 veio a pandemia e atrasou nossos planos. Agora, em 2021, retomamos a instalação da Câmara podendo formalizar essa iniciativa que já está em curso e inserindo a CBACE no rol de câmaras argentinas com fomento ações e projetos”, destacou.

Entre os objetivos da CBACE estão o de promover e incentivar o desenvolvimento das relações comerciais, econômicas e sociais entre a Argentina e o Ceará; incentivar a estruturação de negócios envolvendo empresas cearenses e argentinas; desenvolver ações destinadas a ampliar e reforçar as relações econômicas e empresariais entre o Ceará e a Argentina, além de outros.

Para o diretor financeiro da Câmara, Hermes Monteiro, a partir de agora os esforços serão para mostrar todas as possibilidades que existem para um maior harmonia de interesses comerciais entre Ceará e Argentina. 

“Vamos trabalhar para que haja quebra de barreiras, para que os produtos importados da Argentina cheguem às nossas prateleiras com preços mais acessíveis e para aproximar o comércio, o turismo e cultura dos dois países”, defendeu