Taxa extra da conta de luz pode subir até 57%; mais encargo

energ
A conta de luz já vai subir a partir do dia 22 de abril para os cearenses com o reajuste anual. Se a bandeira tarifária aumentar, como proposto pela Aneel, será mais um enorme peso sobre o consumidor Foto: Freepik

Nem bem foi anunciado retorno da bandeira tarifária verde para todos os consumidores, o governo federal, através da  Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) já propõe elevar os valores de todas as bandeiras que incidem nas contas de energia.

Haverá uma consulta pública para reajustar os valores em até 57%. Lembrando que o reajustes anual de cada estado, como é o caso do Ceará, é cobrado independentemente da taxa extra. A partir do dia 22 de abril os cearenses já vão amargar aumento.

Proposta

Segundo a proposta da Aneel, as bandeiras amarela e vermelha patamar 1 vão aumentar 56% e 57%, respectivamente. Já a bandeira vermelha patamar 2, a mais cara, terá redução de 1,7%.

A consulta pública terá início em 14 de abril e vai até 4 de maio. No período, os índices podem mudar. Ao fim da consulta, a agência voltará a se manifestar sobre o assunto.

Detalhes dos reajuste propostos nas bandeiras

Bandeira verde: continua sem cobrança adicional;
Bandeira amarela: aumento de R$ 1,874 para R$ 2,927 a cada 100 kWh consumidos (+ 56%);
Bandeira vermelha patamar 1: aumento de R$ 3,971 para R$ 6,237 a cada 100 kWh consumidos (+ 57%);
Bandeira vermelha patamar 2: redução de R$ 9,492 para R$ 9,330 a cada 100 kWh consumidos (-1,7%).