Tecnologia: Ella Link apresenta infraestrutura no Ceará

ella
Cabo submarino foi lançado em junho. O governador Camilo Santana conhecerá a infraestrutura tecnológica de suporte da EllaLink para monitorar o tráfego de dados entre os dois continentes Foto: Freepik

A EllaLink, empresa que acaba de colocar em operação o primeiro cabo submarino de fibra óptica de alta capacidade ligando o Brasil à Europa, com ancoragens em Fortaleza e Sines (Portugal), vai receber nesta sexta-feira, às 9h, a visita do governador do Ceará, Camilo Santana, às instalações da Cable Landing Station (CLS), ponto de ancoragem dos cabos EllaLink , localizada na Praia do Futuro.

Ligação com a Europa

A companhia realizou um investimento privado de R$ 1 bilhão com o cabo EllaLink, o primeiro de alta capacidade a ligar diretamente o Brasil ao continente europeu. Até junho, quando entrou em operação, a maior parte das conexões de cabos submarino de fibra óptica entre eles passava antes pelos Estados Unidos. 

Infraestrutura

Na visita, o diretor da EllaLink no Brasil, Rafael Lozano, vai mostrar ao governador Camilo Santana e ao secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Francisco de Queiroz Maia Júnior, toda a infraestrutura tecnológica de suporte da EllaLink para monitorar o tráfego de dados entre os dois continentes. 

Latência 50% menor

O novo cabo opera com capacidade de 100 terabits por segundo (Tbps), reduzindo em até 50% a latência, como é chamado o tempo de resposta na transmissão de dados, entre os continentes,em relação à conexão via EUA. Negócios digitais, serviços em nuvem, bancos eletrônicos, jogos online e mídia de entretenimento entre os dois continentes vão se beneficiar com a nova conexão.

Hub de conexões

A CLS da EllaLink está abrigada nas instalações da Telxius, empresa parceira que também monitora outros cabos submarinos que saem de Fortaleza – com 14 cabos, a Capital cearense é o maior hub do mundo de conexão de fibra óptica.