Hora de investir cada vez mais no digital, apontam especialistas

img1
A consultora e especialista em Marcas e Patentes, Vládia Gonçalves, avalia que cada vez mais o digital impacta nos resultados das empresas

O e-commerce brasileiro cresceu 75% em 2020, segundo pesquisa divulgada pela Mastercard, com a movimentação de mais de US$ 900 bilhões em todo o Planeta no último ano. Aqui no Brasil, as vendas online representaram 11% de todas as compras do varejo no ano passado. Antes da pandemia, as compras nessa modalidade representavam apenas 6% do total do setor varejista. Em 2020, a média final foi de 7%.

A consultora e especialista em Marcas e Patentes, Vládia Gonçalves, avalia que cada vez mais o digital impacta nos resultados das empresas, o que traz solidez para esse mercado. 

“Do pequeno ao grande, o digital está impactando os negócios. Seja uma venda fechada via whatsapp à por exemplo, as ações das empresas do varejo digital que registraram alta nesta semana, recuperando parte das perdas acumuladas desde o início do ano e firmando-se positivamente, com valorização no início do mês de abril, como Magazine Luiz e Via Varejo”, explica Vládia.

Investimento

Clea Maia, diretora de uma empresa varejista do segmento de refrigeração, afirma que a pandemia despertou a força do digital. “Nós temos 18 anos de mercado e agora mais do que nunca compreendemos a importância de investir no marketing e nas ferramentas de venda online, até porque o nosso público navega nas redes sociais, ainda mais nesse período de restrições. O digital abre novas perspectivas, chega com mais precisão e impulsiona nosso negócio”, destaca Clea.

O movimento no e-commerce também é resultado das atividades e apostas das empresas no marketing digital e nas redes sociais, que oferecem mais visibilidade aos produtos e serviços. Para Vládia Gonçalves, a tendência é que o setor cresça ainda mais em 2021. 

“As vendas online vieram para ficar. As marcas sabem disso e estão apostando alto no e-commerce. E para quem ainda não se conectou a dica é: busque uma empresa de assessoria para lhe dar suporte no uso das ferramentas digitais e crie diferentes canais para atender ao seu público”, afirma a especialista.