Crise hídrica e ações para evitar racionamento em debate

energia
O Sindicato das Indústrias de Energia e de Serviços do Setor Elétrico do Estado do Ceará abre espaço para discutir os impactos e possíveis ações dentro do cenário energético atual Foto: Freepik

Depois de 20 anos, o Brasil se vê às voltas como uma nova crise energética. A situação dos reservatórios traz impacto direto no custo da energia paga pela população. 

Grande parte do País, especialmente o Centro-Sul, recebeu um volume de chuvas muito abaixo do esperado nos últimos meses. Esse déficit de precipitações e a falta de uma gestão preventiva colocou o abastecimento e geração de energia do País em níveis preocupantes.

Reservatórios

A condição hidrológica do Sistema Interligado Nacional (SIN) para o período entre setembro de 2020 e maio de 2021 é a pior já registrada nos últimos 91 anos, operando atualmente com um nível de armazenamento de 32,18%. E, por contar hoje com uma matriz energética predominantemente oriunda de hidrelétricas (60%), o país vive, por conseguinte, também uma crise energética.

A temática do risco de um racionamento tem sido recorrente na mídia, deixando inseguros consumidores e o setor produtivo. Essa será a discussão da 12ª edição do Energia em Pauta, realizado pelo Sindicato das Indústrias de Energia e de Serviços do Setor Elétrico do Estado do Ceará – Sindienergia-CE e pelo Sistema FIEC. O evento tem o intuito de debater temas de grande relevância do setor energético.

Encontro virtual

Abordando “A crise hídrica e as medidas para evitar o racionamento”, a iniciativa ocorre na próxima quinta-feira (1°), às 17 horas, de forma virtual, sendo gratuita e aberta ao público interessado, formado, em sua grande maioria, por empresários, profissionais da área, estudantes e demais interessados no assunto.

Como palestrante, essa edição traz uma grande referência e especialista da área: Sinval Gaidan Gama, Diretor de Operação do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Doutor em Engenharia Elétrica e Administrador de Empresas, é um profundo conhecedor do tema energia e possui larga experiência, tendo ocupado cargos relevantes no setor elétrico brasileiro.

Luís Carlos Queiroz, presidente do Sindienergia-CE, abrirá o evento e Jurandir Picanço, Consultor da FIEC e Presidente da CSRenováveis/CE, será o moderador. E, para debater com o palestrante, o Energia em Pauta traz Joaquim Rolim, Coordenador de Energia da FIEC, membro do Conselho de Consumidores de Energia do Ceará – CONERGE e Diretor Técnico e Conselheiro da ABGD; João Henrique Franklin, Diretor de Operação da CHESF, Presidente do Conselho Diretor da ABRATE, Vice-presidente da ABRAGE e membro do Conselho de Administração da ONS; e Luiz Eduardo Barbosa, Diretor de Geração Centralizada do Sindienergia-CE e Vice-presidente da Câmara Setorial de Energias Renováveis do Ceará.

Serviço

Os interessados em participar do 12° Energia em Pauta devem realizar a inscrição por meio do link: forms.gle/2tfKzjVdG8rchvYX8 , disponível também nas redes sociais do Sindienergia-CE (@sindienergiaceara).