Pessimismo com economia prevalece para 101 analistas cearenses

baixa
Os dois períodos analisados foram justamente os mais agudos da pandemia de Covid19, quando a atividade econômica teve que ser restrita, paralisando setores produtivos

A exemplo do registrado no segundo bimestre de 2020, março e abril deste ano aparecem "no vermelho" quando se trata da visão sobre o cenário econômico no País. 

Preponderantemente, na percepção de 101 especialistas em economia e profissionais cearenses de diversos segmentos, que participaram da avaliação neste bimestre, as expectativas revelam variações negativas de modo geral  (-14,5%), no contexto atual (-1,7%) e futuro (-23,4%).

Os dois períodos foram justamente os mais agudos da pandemia de Covid19, quando a atividade econômica teve que ser restrita, paralisando setores produtivos. 

Apenas duas variáveis referentes a março e abril de 2021 foram consideradas com otimismo: a oferta de crédito (145,9 pontos) e taxa de juros (124,2 pontos).

Os três índices de percepção: geral (73,5 pontos), presente (69,6 pontos) e futuro (77,3 pontos) refletiram expressivo pessimismo e a deterioração das expectativas.

Fecomércio e Corecon

Esse retrato é traçado na pesquisa Índice de Expectativas dos Especialistas em Economia (IEE), realizada em parceria entre a Fecomércio-CE e o Conselho Regional de Economia (Corecon-CE). O economista e professor Ricardo Eleutério Rocha é o analista econômico do levantamento, que funciona como um termômetro do que os especialistas cearenses consideram sobre o momento. 

O peso das variáveis com nível de pessimismo veio dos aspectos concernentes à taxa de inflação (99 pontos), gastos públicos (75,3 pontos), nível de emprego (52,1 pontos), evolução do PIB (46,4 pontos), taxa de câmbio (44,8 pontos), cenário internacional (37,1 pontos) e salários reais (36,6 pontos).

Indicador

Para entender o IEE considera-se que a pesquisa pontua de zero a 200 pontos as variáveis analisadas. Abaixo de 100 pontos configura-se uma situação de pessimismo e acima desse valor, otimismo. 

Conforme a metodologia, cada uma das variáveis analisadas gera três índices: de percepção presente, futura e de expectativa geral.