Porto do Pecém supera mil pás eólicas exportadas no ano

porto
A operação que marcou o número de mais de mil pás encaminhadas ao exterior foi realizada pelo navio Quetzal Arrow, que carregou 30 pás eólicas em direção ao Porto de Houston, nos Estados Unidos

O Porto do Pecém superou a marca de 1.000 pás eólicas movimentadas somente em 2021. Entre embarques e desembarques, já movimentamos neste ano 1.052 equipamentos com tamanhos que variam entre 54 e 80 metros de comprimento. 

A maior parte das pás movimentadas são destinadas à exportação, principalmente, para portos nos Estados Unidos, Alemanha e Chile.

Importação

No sentido contrário, ou seja, no movimento de importação as pás chegam, principalmente, de portos localizados na China. Aqui, elas desembarcam para serem instaladas em parques eólicos no Nordeste brasileiro, em estados como Piauí, Rio Grande do Norte e Bahia.

Carga para os EUA

A operação que marcou o número de destaque, superando mil pás encaminhadas ao exterior foi realizada pelo navio Quetzal Arrow, que carregou 30 pás eólicas e desatracou, no início deste mês, do terminal portuário do Pecém em direção ao Porto de Houston, nos Estados Unidos.

Especialidade

O Porto do Pecém é especializado na movimentação das chamadas cargas de projeto, como são as pás eólicas. Ou seja, todas as cargas cujas medidas, dimensões e peso são fora dos padrões para o embarque em contêineres convencionais.

Movimentação geral

Em agosto de 2021, o Porto do Pecém, localizado no litoral oeste do Ceará. No mês passado, o terminal atingiu a movimentação recorde de 2.161.715 toneladas (t), o que representa um crescimento de 33 % em relação a julho de 2021. É a primeira vez que o porto cearense supera a marca de 2 milhões de toneladas movimentadas num único mês, desde que foi inaugurado em março de 2002.

Até então, a maior movimentação mensal havia sido registrada em outubro de 2019, quando foram movimentadas 1.859.970 toneladas. O resultado obtido no oitavo mês desse ano comprova, portanto, a expectativa de retomada do crescimento nas movimentações portuárias. Na comparação com agosto de 2020, somente os desembarques cresceram 80% (1.442.747 toneladas) e os embarques obtiveram 51% (718.969 toneladas) de crescimento.

“Esse é um resultado que foi construído por profissionais extremamente dedicados porque, mesmo em meio a uma pandemia, nosso time operacional não cruzou os braços um único dia. Talvez poucas pessoas saibam que o Porto do Pecém funciona 24h por dia, todos os dias da semana. E essa disponibilidade em servir, como sempre nos orienta o governador Camilo Santana, fez e faz a diferença na logística do Ceará e do Brasil. É uma marca histórica que nos motiva ainda mais”, afirma Danilo Serpa, presidente do Complexo do Pecém.

Em oito meses

Em 2021 (janeiro a agosto), a movimentação acumulada do Porto do Pecém é de 13.821.259 toneladas, o que representa um crescimento de 32% sobre o mesmo período de 2020, quando foram movimentadas 10.491.704 toneladas.

No mesmo período do ano passado, os desembarques totalizaram 6.922.597 toneladas. Nesse ano, atingiu se a marca de 9.473.984 toneladas, um crescimento de 37%. Já os embarques registraram 3.569.107 toneladas movimentadas em 2020 (janeiro a agosto). Nesse ano, chegou se a 4.347.275 toneladas, um crescimento de 22% em relação ao mesmo período do ano passado.