Comércio reabre portas com 25% do efetivo e horário menor

centro
O comércio horários diferenciados, das 10 às 16h ou das 12 às 18h. As lojas de rua operam das 10 às 16h e de shoppings, das às 18h. Restaurantes de rua, das 10 às 16h e de shoppings, das 12 às 18h

O comércio no Estado reabre suas portas em um processo gradual, a partir desta segunda-feira (12), mas ainda com muitas restrições, diante do grau de gravidade da pandemia, que apenas arrefeceu um pouco. UTIs continuam lotadas, com fila para conseguir um leito.

Atividades comerciais detalhadas no texto do decreto do governo estadual poderão funcionar com até 25% da capacidade, em horários diferenciados, das 10h às 16h ou das 12h às 18h. Dentre elas: comércio de rua (10h às 16h) e shopping (12h às 18h), restaurantes de rua (10h às 16h) e de shopping (12h às 18h). Mas, posteriormente, foi dada a opção de funcionamento do comércio para o horário das 7 às 13h para os lojistas cearenses.

Salões e barbearias

Também poderão voltar a atuar proprietários de barbearias e salões de beleza, com 25% da capacidade. Neste caso, o horário indicado para os estabelecimentos é das 10 às 16h. Os hotéis podem operar com 80% da capacidade.

Fechados

Permanecem fechadas barracas de praia, academias, parques aquáticos, cinemas, museus e teatros públicos e privados, considerados ambientes que propiciam a aglomerações.

Haverá toque de recolher das 20h às 5h e nos fins de semana o isolamento rígido permanece vigente. Além disso, as escolas autorizadas a funcionar, com até 35% da capacidade, são aquelas da Educação Infantil (4 e 5 anos) e 1º e 2º anos do Ensino Fundamental. As igrejas autorizadas para atividades presenciais com 10% da capacidade, mas espaços públicos permanecerão fechados. 

Adesão

"Nossas decisões todas são feitas com responsabilidade, com muito diálogo com todos os setores envolvidos, seguindo a ciência e avaliando diariamente os números da saúde no Estado. Há uma tendência na redução de casos e nos óbitos, mesma tendência em procura médica assistencial e de transmissão, mas os números ainda permanecem altos", pontuou o governador em anúncio, em transmissão ao vivo pelas redes sociais, do novo decreto de isolamento social no Ceará. Ao lado de Camilo Santana estava o secretário da Saúde do Estado, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Dr. Cabeto).

Camilo reforçou ainda que todo o Ceará continua com o isolamento social validado no decreto estadual, mas que o sucesso dessa ação não depende só da existência do decreto em si, e que algumas atividades continuam sem liberação, como espaços públicos e áreas de lazer de condomínios, que seguem em restrição de uso.

"O isolamento não é só um decreto. Para que dê certo vai depender da atitude de cada cidadão. Vamos ter o toque de recolher das 20h às 5h todos os dias, de segunda a domingo, e o isolamento social rígido volta no fim de semana. Cabe a cada um de nós fazer nosso papel, para que esta liberação gradual, que nesta semana terá serviços em horários diferenciados para reduzir a pressão no sistema público de transporte, seja efetivada e que não haja retrocesso".