Combustíveis com preço em 2 dígitos e delivery

img1
Dentro de 180 dias após a publicação da nova resolução, os preços por litro de todos os combustíveis automotivos comercializados deverão ser expressos com duas casas decimais

O mercado de combustíveis continua a mexer com o consumidor. Nova medida da Agência Nacional de Petróleo (ANP) determina que o preço dos combustíveis nos postos, ou seja, na bomba e placas, voltará a ter apenas dois dígitos após a vírgula, facilitando o entendimento do consumidor. 

A medida aprovada foi submetida à consulta e audiência públicas. Ela vem sendo discutida pela ANP desde 2018, com o início da greve dos caminhoneiros. Na ocasião, a agência adotou um conjunto de medidas de flexibilização, excepcionais e temporárias, com o intuito de garantir o abastecimento.

Dentro de 180 dias após a publicação da nova resolução, os preços por litro de todos os combustíveis automotivos comercializados deverão ser expressos com duas casas decimais, em vez das atuais três casas decimais.

Delivery 

Ainda que seja uma medida que preocupa por conta da provável insegurança, outra mudança é a regulamentação do delivery de combustíveis. A atividade de delivery passa a poder ser exercida a partir de autorização específica da ANP. Neste primeiro momento, a atividade estará restrita ao etanol hidratado e gasolina C. 

Mais uma medida é que, caso opte por exibir marca comercial de um distribuidor de combustíveis e comercializar combustíveis de outros fornecedores, o posto terá que exibir, na identificação do combustível, o nome fantasia dos fornecedores.