CE é 4º do ranking em exportações no Nordeste em janeiro

csp
O Estado comercializou US$ 210 milhões com o exterior e as exportações em São Gonçalo do Amarante saltaram 360% em janeiro Foto: Divulgação

As exportações cearenses alcançaram, em janeiro de 2022, o valor de US$ 210 milhões em janeiro de 2022, o que corresponde a um aumento de 98%, se comparado com mesmo mês do ano anterior.

Este número coloca o Ceará como 4º lugar no ranking dos estados mais exportadores do Nordeste e 15º Estado do Brasil. os dados são do levantamento do Centro Internacional de Negócios (CIN), da Fiec.

Aço

A Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) continua a ser preponderante no peso das vendas do Estado ao exterior. Com aumento de 360,7%, as exportações de São Gonçalo do Amarante corresponderam a 51,8% do total vendido pelo Ceará e registraram o montante de US$ 109 milhões em exportações em janeiro de 2022.

O resultado positivo se deu, principalmente, em consequência do aumento das vendas de produtos da indústria siderúrgica, considerando que o município engloba o polo siderúrgico do estado, que é responsável pelos principais produtos da pauta exportadora cearense.

Calçados

Já Sobral, registrou um crescimento nas exportações em consequência do aumento das vendas do setor calçadista para o exterior e atingiu uma variação positiva de 59,6% no ano, totalizando um valor de US$ 22,6 milhões em vendas para o exterior.

Fortaleza obteve um desempenho negativo de 8,7%, somando, em exportações, o valor de quase US$ 15 milhões. Os principais produtos exportados pela capital foram soja, cocos e seus produtos, castanhas de caju e cera de carnaúba.

Importações

Assim como as exportações, as importações cearenses também apresentaram um desempenho positivo, registrando um montante de US$ 628,940 milhões, o que corresponde a um aumento de 165,1% se comparado com o mês de janeiro de 2021. São Gonçalo de Amarante foi o principal município importador do Ceará, correspondendo a 34,9% do total importado pelo Estado no início do ano de 2022.

O município registrou US$ 219,7 milhões em aquisições de produtos no exterior, o que correspondeu a um aumento de 477,7%, se comparado com o mesmo período do ano anterior. O gás de petróleo e a hulha betuminosa foram os principais produtos procurados pelo município no exterior.

Outros produtos

Além desses, tijolos e peixes congelados também foram demandados no mercado internacional. Fortaleza foi o segundo município da lista e representou 30,4% do total importado no mês. A capital registrou US$ 191 milhões em compras do exterior, o que representa um crescimento de 168,6%. Os produtos mais procurados foram óleos de petróleo, trigos e díodos.

Em terceiro lugar no ranking dos principais municípios importadores apareceu Caucaia, que iniciou o ano com aumento de 99,3% nas importações, totalizando US$ 78,4 milhões, muito devido a procura por produtos à base de ferro e aço.