Casa própria: Caixa contratou R$ 65,4 bi no 1º semestre

caixa
De acordo com a instituição financeira, o crescimento nas operações habitacionais superou 36% ante igual período de 2020 Foto: Freepik

Contratações no semestre somaram R$ 65,4 bilhões, mais de 36% de crescimento na comparação com o mesmo período de 2020. Junho apresentou o maior valor já registrado pelo banco em um único mês, com R$ 13,1 bilhões contratados. A Caixa não informa dados por estado.

De acordo com a instituição financeira, o resultado é histórico. A carteira de crédito habitacional alcançou o volume de R$ 528,9 bilhões, um crescimento de 9,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

Junho em destaque

O mês de junho de 2021 foi o mês de maior contratação do crédito imobiliário da história da Caixa, sendo registrados R$ 13,1 bilhões em contratações. As contratações com recursos da poupança (SBPE) somaram R$ 7,8 bilhões no período, crescimento de 67,4% em comparação ao registrado em junho de 2020 e de 500,2% com relação a junho de 2018.

No primeiro semestre de 2021, foram contratados com recursos da poupança (SBPE) R$ 37,4 bilhões, crescimento de 103,4% na comparação com o mesmo período de 2020. Já com relação ao ano de 2018, o crescimento foi de 719,6% no período.

Liderança

A Caixa segue como o maior financiador da casa própria no país, com 67,7% de participação no mercado, com estoque de 5,76 milhões de contratos, crescimento de 5,5% em relação ao primeiro semestre de 2020.

O banco mantém ritmo forte na contratação de novos empreendimentos, tendo gerado mais de 465 mil empregos diretos e indiretos somente no primeiro semestre/21.

Unidades habitacionais

Foram 153,7 mil novas unidades habitacionais contratadas, distribuídas em 1.207 empreendimentos, um crescimento de 36,2% levando em consideração o número de unidades contratadas no primeiro semestre do ano passado.

1° Feirão Digital

No primeiro Feirão Digital Caixa da Casa Própria, realizado entre junho e julho de 2021, foram encaminhados R$ 3,9 bilhões em negócios. Foram mais de 2,3 milhões de visitas ao site e 1,3 milhão de simulações de compra. Este foi o primeiro feirão promovido de forma 100% digital, atendendo às novas necessidades do cliente e do mercado.