Coletivo 4x4 realiza exposição intitulada Revelação

coletivo
A mostra acontece na B.Galeria. Abre dia 30 de abril e fica em cartaz até 02 de julho

O Coletivo 4x4, formado pelos artistas plásticos Andréa Dall’Olio, Demeilson Ferreira, J. Siebra e Jacinta Cavalcante, apresenta a partir do dia 30 de abril a exposição Revelação, na Galeria B. Galeria (Fast Frame) localizada na Avenida Padre Antônio Tomás.

Revelação chega ao público, demonstrando a diversidade da personalidade artística de cada componente do coletivo e complementa-se como as quatro estações do ano, as fases da lua e os elementos da natureza.  São linguagens distintas que dialogam entre si, em correspondência, intervenção ou reinterpretação.

Mix de características  

Os quatro artistas cearenses exploram suas particularidades em obras individuais e coletivas, realçando suas características particulares como também, agregando valor à produção do outro, assim além das obras individuais, a exposição Revelação traz obras construídas em duplas, trios e até do quarteto, mas que evidenciam e destacam a poética de cada artista.

A maioria dos trabalhos são inéditos, e construídos a partir do uso de técnicas tradicionais como aquarela, cerâmica, gravura, pelo têxtil e por instalações. A mostra, que tem curadoria de Veridiana Brasileiro e produção de Edlania Castro, apresenta-se de forma individual e ora de forma coletiva.

Conheça os artistas

Andréa Dall´Olio

É graduada em arquitetura e urbanismo pela (UFC), mestre em Ciências da Cidade / arte urbana (UNIFOR), pós-graduada em iluminação e design de interiores (INBEC) e tem MBA em Curadoria, Museologia e Gestão de Coleções (Centro Universitário Estácio de Sá).  A artista sempre soube que estaria no lugar do criativo. A arte faz parte de toda sua história. Na verdade, ela sempre viveu e respirou arte, faz parte de sua essência.  O seu fazer artístico, busca a forma, o volume e sua desconstrução, revelando uma mensagem silenciosa e incauta através do abstracionismo, que desvela uma linguagem insinuante e refinada sobre as relações interpessoais, com a natureza, os objetos e a própria arte. 

Demeilson Ferreira

Desenvolve trabalhos artísticos nas categorias de pintura e desenho, em suas produções, estão presentes as técnicas de aquarela sobre papel, pontilhismo e nanquim. O papel é o principal suporte no processo criativo. Seus referenciais são as cenas do cotidiano nordestino e a temática sertaneja, faz o registro fotográfico e em seguida, realiza um esboço a lápis com a técnica de esquadrinhamento, a partir daí escolhe qual técnica será aplicada ao cenário. Adepto de experimentações, Demeilson aprecia a aplicação da rusticidade em suas composições. 

J. Siebra

É professor titular da UFC e Coordenador da Disciplina de Odontopediatria. Também leciona no Programa de Pós-graduação em Odontologia Strictu sensu. Mestre e Doutor em Odontopediatria pela UNESP Araraquara, já publicou 2 livros e diversos artigos nacionais e internacionais. Enveredou pela arte, a partir de 1991, quando fez um curso de pintura. Realiza intervenções em materiais diversos, em especial massa cerâmica, construindo peças únicas com inspiração variada, mas com ênfase na natureza ou figuras de sua memória afetiva como o jangadeiro, o vaqueiro, o pescador e as brincadeiras infantis. 

Jacinta Cavalcante

Jacinta considera-se uma artista plástica, mais precisamente uma escultora e, ou, ceramista.  Começou a fazer cerâmica atraída pelas amplas possibilidades e facilidades que a argila oferece para criar suas esculturas. Iniciou modelando as esculturas em plastilina, finalizando com resina poliéster com carga mineral, processo um pouco mais lento e demorado, que continua executando. Seu processo criativo é extremamente diverso, embora haja uma tendência ao figurativo. Na construção das mesmas, quase sempre utiliza desenhos, fotografias ou uma simples ideia que vai fluindo à medida em que vai sendo construída. A artista tem como trabalhos recorrentes as esculturas de paredes e painéis.