Lucas Fiuza é novo diretor de negócios da Apex Brasil

apex
No Ceará, a nomeação de Lucas ao cargo trás boas expectativas para os exportadores e mercado imobiliário, que já está no radar de investidores internacionais

Ex- secretário Nacional de Atração de Investimentos, Parcerias e Concessões do Ministério do Turismo, o cearense Lucas Fiuza foi nomeado nesta quarta-feira (21) como novo diretor de negócios da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e atração de Investimentos, Apex Brasil.

A decisão saiu após reunião do Conselho Deliberativo da Apex, presidida pelo ministro das Relações Exteriores (MRE), Carlos França, que oficializou a nomeação.

Apoio ao Estado

A entidade atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior, atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira e auxiliar a internacionalização de empresas brasileiras.

No Ceará, a nomeação de Lucas ao cargo trás boas expectativas para os exportadores e mercado imobiliário, que já está no radar de investidores internacionais há anos.

Promoção comercial

A Apex realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam estimular as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil.

Investimento direto

Lucas Fiúza coordenará os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o Brasil com foco em setores estratégicos para o desenvolvimento da competitividade das empresas brasileiras e do país.

Uma das ações mais relevantes da agência no momento é a Expo Dubai, cuja participação do Brasil, capitaneada pela Apex, contará com estrutura de aproximadamente 4.000 m2. A expo ocorrerá no segundo semestre de 2021 e terá duração de seis meses.