Concurso incentiva melhor qualidade na produção do leite

img1
Proposta é do Instituto Luiz Girão, em parceria com a Betânia. Terá duração até novembro, competição usa quesitos governamentais para premiar produtores com melhores resultados

O Instituto Luiz Girão, em parceria com a Betânia Lácteos, segue no propósito de levar desenvolvimento econômico e social e aos produtores de leite do Nordeste e está promovendo o Concurso de Qualidade do Leite 2021.

O concurso tem por objetivo estimular o aprimoramento da qualidade da produção de leite no Nordeste, agregando valor à matéria-prima e ofertar um produto cada vez melhor à indústria e ao consumidor.

As categorias são Produtor de Tanque Coletivo e Produtor de Tanque Individual e usa como critério de avaliação, os requisitos estabelecidos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Podem participar do concurso os produtores registrados na Rede Brasileira de Qualidade do Leite – RBQL.

Análises

Para manter a imparcialidade e seriedade do torneio, as amostras coletadas nas fazendas são analisadas pelo laboratório Clínica do Leite e a partir destes resultados, os competidores têm suas médias contabilizadas mensalmente.

Desde fevereiro, a cada mês os melhores colocados recebem a premiação simbólica de um troféu como forma de reconhecimento pelo bom desempenho.

Em dezembro, ao fim do concurso, serão premiados quatro produtores, os dois melhores colocados nas categorias de Produtor de Tanque Coletivo e Produtor de Tanque Individual. Para o primeiro lugar de ambas as categorias, o prêmio será uma novilha leiteira girolanda prenhe. 

Já para o segundo colocado, o vencedor da categoria Produtor de tanque individual recebe uma ordenhadeira mecânica de conjunto, enquanto o segundo colocado de Produtor de tanque coletivo ganhará 70 sacos de milho (50 kg cada). 

Os vencedores serão anunciados na segunda quinzena de dezembro em Live e atualização do aplicativo Betânia, WhatsApp e Canal do Instituto Luiz Girão, voltados para os produtores parceiros.

Os produtores campeões também serão homenageados com participação garantida no Calendário 2022 de Betânia Lácteos, com o nome do produtor e da fazenda. 

O material será distribuído para mais de 3,5 mil famílias produtoras de leite em cerca de 130 municípios, nos estados do Ceará, Pernambuco, Bahia e Sergipe, que atualmente está presente em todo o ecossistema de produção leiteira do Nordeste.

Boas práticas

“Esse concurso pretende incentivar cada vez mais as boas práticas de cada produtor local, com prêmios de grande importância no dia a dia da fazenda para aqueles que se destacam pelo aumento da qualidade do leite fornecido”, pontua David Girão, presidente Instituto Luiz Girão. “A iniciativa faz parte da nossa missão de fé no trabalho do Nordestino e desenvolvimento dos produtores da região, trazendo oportunidades e prosperidade para essas famílias”.