Teacher's agora 100% importado quer 25% de mercado no CE

teachers
Fortaleza é líder no consumo de whiskies de 12 anos e acima e o novo Teacher's, produzido na Escócia, foi apresentado no Ceará pelas representantes da marca Sylvia Sarubbi e Paula Limongi Foto: Regina Carvalho

Fortaleza lidera o consumo de whiskies considerados de luxo no País, com rótulos de 12 anos e acima. Neste mercado, pra lá de competitivo, a marca Teacher's quer alcançar em 2020 uma participação de cerca 25% no Ceará. Atualmente, dentre as mais de 63 milhões de doses do whisky vendidas por ano no Brasil 20% são consumidas no Estado.

Para atingir as metas, a estratégia é mais investimento e inovação. A multinacional nipo-americana Beam Suntory, detentora e fabricante da brand, passou a produzir e engarrafar Teacher's em Glasgow, na Escócia, fazendo com que o produto que chega ao Brasil seja 100% importado e com ainda maior qualidade.

O apreciador da bebida aqui no Brasil conta, portanto, com as versões de Teacher’s Highland Cream 1l e 250 ml, de origem legitimamente escocesa.

Mesmo em um ano de crise, como 2019, segundo revela a gerente de Marketing de Teacher's para o Brasil, Sylvia Sarubbi, a marca experimentou um crescimento no mercado nordestino de 18% para 29%, saltando 11 pontos percentuais, ante 2018. No Ceará, a participação subiu de 12% para 19%, em igual período. Para 2020, a expectativa é de uma expansão de mais 5 pontos percentuais, tanto no Nordeste, quanto no Estado, revela.

Cearense é exigente 

Segundo Sylvia, Recife tem o maior consumo per capita de whisky do mundo, mas o consumidor cearense possui o diferencial de valorizar mais a qualidade do produto que a quantidade e o preço. Reforça, portanto, que o Ceará é um mercado extremamente importante, pois se destaca em termos de volume, com um nível de consumidores mais atentos e exigentes.

A gerente de Marketing de Teacher's no Brasil assinala ainda que o produto quer continuar a ter um perfil democrático, com excelente qualidade e o mesmo custo benefício. Não significa que venha a ser mais caro. 

A embaixadora das marcas da Beam Suntory no Brasil, especialista em whisky, Paula Limongi, ressalta a produção de Teacher's com a água escocesa, a mais leve do mundo. Além disso, todo o processo produtivo é acompanhado por um master blender, agregando mais valor ao produto, que agora sai já embalado de Glasgow.

Experiência gastronômica

Fortaleza contou com um lançamento especial para o novo Teacher's, com um almoço para a imprensa, com um cardápio totalmente harmonizado com Teacher's, no restaurante O Mar Menino, nesta quarta-feira, 22 de janeiro, a cargo do chef Leo Gonçalves.

Paula apresentou à imprensa a nova embalagem e cartuchos do produto, valorizando ainda mais o líquido especial, as credenciais escocesas da bebida e marcando seu posicionamento 100% importado. O novo layout conta com a assinatura da agência Minerva, localizada na Grã-Bretanha.

O produto é vendido em mais de 110 países e reconhecido pela Scotch Whisky Association, ultra-rígida organização responsável por garantir a qualidade de todo whisky escocês. Mantém as características e a qualidade de um legítimo scotch, sendo destaque no segmento pela sua maior concentração de maltes, o que garante um brilho marcante, dourado e único. Uma alquimia perfeita com sabor intenso, encorpado e complexo, que preserva o gosto turfado.
 
No mercado brasileiro, Teacher's ingressa pelos portos de Santos (SP) e de Suape (PE). As versões de Teacher’s Highland Cream importado já estão nas gôndolas dos principais supermercados e nos principais bares.