Quatro em cada dez consumidores checam a origem do alimento

orga
Levantamento mostra que 38% dos entrevistados sempre verificam ou às vezes se os produtos que comprarão foram produzidos de forma ambientalmente correta Foto: Freepik

Quatro em cada dez brasileiros conferem se produtos são ambientalmente corretos e 36% dos consumidores estão dispostos a pagar mais por alimentos orgânicos. Significa que os brasileiros se preocupam com os impactos da produção sobre o meio ambiente, costumam boicotar marcas ou empresas por causa de comportamentos com os quais não concordam e estão mais conscientes sobre a necessidade de separar o lixo para reciclagem.

As conclusões são da pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira – Consumo Consciente, feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). “A atenção da população com os impactos da produção e do consumo está crescendo. Além de procurar um produto melhor, que satisfaça às suas necessidades, as pessoas procuram saber o que acontece com o meio ambiente, com os trabalhadores e com os animais no processo de produção”, observa o gerente executivo de Pesquisas e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca.

O levantamento, que ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios, mostra que 38% dos entrevistados sempre verificam ou verificam às vezes se os produtos que comprarão foram produzidos de forma ambientalmente correta.

“São consumidores que procuram saber se as empresas adotam procedimentos para prejudicar o mínimo possível o meio ambiente, como reduzir a emissão de poluentes e a quantidade de resíduos descartados”, informa a pesquisa. Entretanto, 41% das pessoas dizem que nunca conferem se a produção é ambientalmente correta.

Custos

Mesmo assim, o respeito ao meio ambiente pode fazer a diferença na conquista dos consumidores. Isso porque 31% dos brasileiros estão dispostos a pagar mais por produtos com baixa emissão de poluentes e resíduos. Outros 32% optariam pelo produto ambientalmente correto se o preço fosse igual ao dos demais.

Até entre os que afirmam que nunca verificam se a produção é ambientalmente correta, 50% escolheriam esses produtos. “Isso indica que o marketing de um produto como ambientalmente responsável pode atingir uma parcela significativa dos consumidores que não buscam ativamente essa informação”, afirma a pesquisa.

Sem agrotóxicos

Além disso, 36% dos entrevistados estão dispostos a pagar mais caro por alimentos orgânicos, produzidos sem agrotóxicos, pesticidas ou defensivos agrícolas. Outros 30% optariam pelo orgânico caso o preço fosse o mesmo do outro produto, e 30% não comprariam o alimento orgânico, independentemente do preço. O levantamento também mostra que 37% dos consumidores pagariam mais caro por ovos, leite, carnes, couro, lã e outros, cujos procedimentos de produção reduzam o sofrimento dos animais.