Serviços crescem 1,7% em outubro no Ceará; 2º do NE

servico
O indicador dos serviços ligados a atividades turísticas cresceu 1,2% em outubro no Ceará, de acordo com os dados do IBGE Foto: Freepik

O setor de serviços, vocação do Ceará, cresceu 1,7%, em outubro, no Estado, frente a setembro, na série livre de influências sazonais. Comparado aos estados do Nordeste o Ceará fica empatado com Alagoas (1,7%) em segundo lugar, atrás apenas do Rio Grande do Norte (3,3%).

Na série sem ajuste sazonal, no confronto com igual mês do ano anterior, o total do volume de serviços avançou 4,1% em outubro de 2019, alcançando, portanto, a segunda taxa positiva consecutiva e a quinta não sequencial de 2019.

 

No indicador acumulado de janeiro a outubro de 2019, o volume de serviços mostrou recuo de 0,3%. A taxa anualizada, indicador acumulado nos últimos 12 meses, ao retrair 1,0% em outubro de 2019, assinala ganho de ritmo frente a agosto (-2,5%) e setembro (-1,5%) últimos. 

Na comparação com igual mês do ano anterior, o volume do setor de serviços avançou 4,1% em outubro de 2019, com expansão em quatro das cinco atividades. Vale destacar que outubro de 2019 (23) teve um dia útil a mais do que outubro de 2018 (22), o que pode ter contribuído para uma maior efetivação de contratos de prestação de serviços.

Atividades

Entre as atividades, o ramo de serviços de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correios (8,9%) exerceu a contribuição positiva mais relevante em outubro de 2019. Os demais avanços ficaram com os setores de outros serviços (8,6%), serviços profissionais, administrativos e complementares (2,2%) e serviços de informação e comunicação (2,2%). No lado de queda, os serviços prestados às famílias retraíram -0,3%.

No índice acumulado dos primeiros dez meses de 2019, frente a igual período do ano anterior, o setor de serviços retraiu -0,3%, com expansão em três das cinco atividades de divulgação. Entre os setores, os serviços de transporte, serviços auxiliares aos transportes e correios (4,5%) exerceram o principal impacto positivo sobre o índice global. Os demais avanços vieram de serviços prestados às famílias (2,5%) e de serviços profissionais, administrativos e complementares (0,5%). Em contrapartida, a influência negativa ficou por conta de outros serviços (-20,6%) e serviços de informação e comunicação (-2,4%).

Turismo

Em outubro de 2019, o índice de atividades turísticas apontou expansão de 1,2% frente ao mês imediatamente anterior, segunda taxa positiva seguida. Entre as Unidades da Federação que fazem parte desta pesquisa, o Ceará é o 8º.

Na comparação outubro de 2019 / outubro de 2018, o índice de volume de atividades turísticas no Ceará apresentou expansão de 2,4%, segundo resultado positivo consecutivo. No indicador acumulado de janeiro a outubro de 2019, o agregado especial de atividades turísticas mostrou variação de 5,6% frente a igual período do ano passado, desacelerando se comparado a setembro (5,9%).