Legítima cearense começa a ser comercializada em garrafas “buchudinhas”

legitima 2
Produzida a base de mandioca plantada agricultores em Salitre e Araripe, a Legítima além de trazer alegria para as mesas de bar, movimenta a economia local Foto: Regina Carvalho

A cerveja para quem é cearense valendo poderá ser apreciada em mais uma versão. A Legítima já está sendo comercializada em garrafas de 300 ml, conhecidas popularmente como “buchudinhas”. O produto pode ser encontrado nos principais pontos de venda.

Lançada em junho deste ano, a Legítima já ganhou o coração e o paladar dos cearenses, tendo inclusive recebido medalha de ouro na categoria Internacional Lager do World Beer Awards (WBA) 2019, considerado o Campeonato Mundial da Cerveja. 

Aceitação

Produzida a base de mandioca plantada agricultores em Salitre e Araripe, a Legítima além de trazer alegria para as mesas de bar, movimenta a economia local.

A cerveja começou a ser comercializada apenas em garrafas de 600 ml, podendo ser encontrada principalmente em bares e restaurantes. Em setembro, o líquido ganhou a versão em latinha de 269 ml, comercializada em supermercados.

Legitimamente cearense, a cerveja foi pensada desde a concepção até o copo para o consumidor do Ceará. De coloração dourada, leve e refrescante, é a pedida perfeita para tomar no clima quente do estado, seja na garrafa de 600 ml, na latinha ou na “buchudinha”.

A linha Cuide-se Bem Jardim de Sol traz o cuidado que a pele exige durante o verão para proteger e garantir o bem-estar