Fortaleza recebeu mais 28 voos internacionais em outubro

aero
O Fortaleza Airport figura em quinto no ranking divulgado pela Embratur considerando as cidades que receberam mais voos internacionais no mês de outubro Foto: Freepik

Fortaleza figura entre as cidades brasileiras que mais receberam voos internacionais no mês de outubro de 2019. A Capital cearense ganhou 28 voos. O ranking da Embratur mostra as seguintes posições: São Paulo (632 voos internacionais diretos); Rio de Janeiro (194); Porto Alegre (39), Brasília (38), Fortaleza (28) e Recife (23).

De acordo com a Embratur, os números de voos e assentos da malha aérea internacional para o Brasil aumentaram no continente europeu, em comparação a igual período de 2018 e com isso o Brasil passou a receber 1.107 voos diretos da Europa, contra 1.086 registrado no ano anterior, um incremento de 9,8%.

No acumulado do ano, de janeiro a outubro de 2019, o Brasil também registrou aumento no número de voos dos continentes africano (1,88% a mais), asiático (8,81%) e europeu (2,51%), quando comparado com o mesmo período de 2018. Até março de 2020 estão previstos mais 118 novos voos internacionais e frequências adicionais para o Brasil.

Nordeste

Ainda de acordo com os dados do Boletim da Malha Aérea da Embratur, o Brasil registrou aumento significativo, em relação ao mesmo período de 2018, para a malha aérea nas regiões Nordeste (aumento de 11,39% nos voos internacionais de 13,35% nos assentos), Centro-Oeste (aumento de 51,35% nos voos internacionais e de 43,69% nos assentos) e Sul (aumento de 3,63% nos voos internacionais e de 6,56% nos assentos).

Demanda

Para o presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Gilson Machado Neto, isso se deve, também, ao aumento da procura de turistas pelo Brasil, especialmente pelas medidas adotadas pelo governo brasileiro de abertura do país em diversos setores, principalmente no turismo.

“Com a medida que permite até 100% de capital estrangeiro em companhias aéreas brasileiras, ações específicas realizadas nos mercados internacionais, em parceria com as companhias aéreas, e as campanhas promocionais da Embratur são alguns dos motivos para este crescimento. A ampliação de voos internacionais é um dos principais pontos da nossa agenda governamental”, destacou Gilson.