PIB do País cresce 0,44% em setembro e 0,91% no 3º trimestre

pib
A atividade econômica brasileira ainda cresce sem vigor e mostra reações e depois recuos dependendo do setor observado Foto: Freepik

A economia brasileira dá pequenos sinais de crescimento, de forma muito lenta. Segundo o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), divulgado nesta quinta-feira (14), pelo Banco Central (BC). No terceiro trimestre deste ano, o índice apresentou alta de 0,91% comparado ao período anterior.

O resultado considera dados dessazonalizados, ajustados para o período. Na comparação entre o terceiro trimestre deste ano e o mesmo período de 2018, o crescimento foi de 0,99%.

Setembro

Em setembro, na comparação com agosto, houve expansão de 0,44 %. Em relação a setembro de 2018, a alta ficou em 2,11%. Em 12 meses, terminados em setembro de 2019, houve expansão de 0,99%. O IBC-Br é uma forma de avaliar a evolução mensal da atividade econômica brasileira e ajuda o BC a tomar suas decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic. O índice incorpora informações sobre o nível de atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária, além do volume de impostos.

O índice foi criado pelo BC para mostrar a tendência de evolução da atividade econômica. Mas o indicador oficial da economia é o Produto Interno Bruto (PIB), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgado trimestralmente.