“Bate Coração” é comédia que fala de coisa séria

bate
Filme cearense aborda a doação de órgãos e tem Halder Gomes como produtor associado

O cinema cearense tem sido pródigo em boas produções. Neste mês de novembro, estreou a comédia "Bate Coração". O roteiro conta a história de Sandro (André Bankoff), que é um conquistador nato, cheio de preconceitos, que sofre um ataque de coração em plena noite de Réveillon.

Para escapar da morte, precisa de um transplante de urgência. E a salvação vem de onde ele menos espera: uma travesti dona de um salão de beleza da periferia.

Morta num acidente, Isadora (Aramis Trindade) torna-se a doadora que salva – e transforma - a sua vida. Esse é o mote da comédia “Bate Coração”, longa dirigido por Glauber Filho, que estreia nesta quinta-feira, 7 de novembro.

O lançamento é da Downtown Filmes e Estação Luz Filmes. O roteiro da comédia transcendental foi desenvolvido por Daniel Dias, Glauber Filho e Ronaldo Ciambroni e inspirado nas peças “Acredite, Um Espírito Baixou em Mim” e “O Coração Safado”, ambas de Ronaldo Ciambroni. Com Halder Gomes como produtor associado, o filme tem produção da Estação Luz Filmes e distribuição da Downtown Filmes.