Governo vai lançar pacote para tentar estimular economia

pib
Ao completar 300 dias, o governo federal vai anunciar um pacote em várias áreas para tentar estimular a economia a sair da estagnação Foto: Freepik

O "Pibinho" deve ser um pouco maior neste ano, mas bem longe do crescimento de 2,5% que foi previsto no início do ano. Agora, ao completar 300 dias, o governo federal vai anunciar um pacote em várias áreas para tentar estimular a economia a sair da estagnação.

A cerimônia deve ocorrer nesta terça-feira, 5 de novembro, no Palácio do Planalto. O governo deve apresentar também novas propostas de reformas para promover a eficiência do Estado e a geração de empregos.

A reforma administrativa também está no radar da equipe econômica. Uma das medidas do governo deve ser a redução do número de cargos intermediários e mudança na estabilidade de novos concursados para o serviço público. Os atuais servidores e os de carreiras típicas de Estado, entretanto, devem manter a estabilidade. Atualmente, todos os servidores públicos estatutários têm direito à estabilidade no cargo após três anos de atividade.

Reforma tributária

O governo deve propor as mudanças iniciais refetentes à reforma tributária. A carga é elevadíssima, mas a preocupação do Executivo atualmente é apenas de não onerar a cadeia produtiva, o que é muito importante, já que é um entrave à competitividade dos produtos brasileiros para exportação. Mas o contribuinte pessoa física também não consegue mais suportar novo impacto no recolhimento de tributos. A primeira parte do projeto de reforma tributária que será encaminhado ao Legislativo deve tratar da simplificação do PIS/Cofins.