Gol e Avianca vão compartilhar voos via Bogotá e Lima

kaki
Paulo Kakinoff, presidente da Gol e Anko van der Werff, CEO e presidente da Avianca Holdings Foto: Ricardo Martins

A Avianca está alçando novos voos com sua holding. Paulo Kakinoff, presidente da Gol Linhas Aéreas, e Anko van der Werff, CEO e presidente da Avianca Holdings, anunciaram novo acordo de Codeshare, permitindo que os clientes façam conexão direta em voos das duas empresas.

A parceria garante, inicialmente, que a Avianca venda trechos a partir dos seus hubs de Bogotá e Lima, capitais de países que atualmente estão entre os que mais movimentam passageiros de/para o Brasil. Serão contemplados 60 destinos nacionais e 16 internacionais da Gol, em 11 países, e 26 destinos da Avianca na Colômbia e outros 50 na América e Europa.

Com a participação da Gol no hub aéreo cearense, possivelmente Fortaleza venha a ser contemplada em trechos. Os Clientes que adquirirem as passagens integradas terão a facilidade de despachar a bagagem diretamente para o destino final, em voos com conexões, e manter a mesma franquia para ambos os trechos. Sujeito às aprovações governamentais, as vendas dos bilhetes estão previstas para o fim de novembro.

“Com o compartilhamento de voos entre as empresas, os clientes terão uma ampla malha e horários convenientes para suas viagens. A Colômbia e o Peru são países com alto potencial de negócios e turismo para o público brasileiro, e esta parceria fornecerá a melhor combinação de rotas entre os países. A Gol é a companhia aérea líder no Brasil e, junto com o grupo Avianca, vamos ampliar as possibilidades de conexões em duas das cinco principais potências econômicas da América do Sul, aumentando a oferta tanto para Clientes corporativos, quanto a lazer, considerando os diferentes atrativos que estes destinos disponibilizam”, explica Randall Saenz Aguero,  diretor de Alianças, Expansão Internacional e Distribuição da Gol.

Mercado estratégico

“A Avianca está de olho no Brasil, porque é um mercado de grande importância para a estratégia da Companhia. Em 2018, transportamos mais de 600.000 passageiros de/para este país, o que representou fatores de ocupação superiores a 80% em todas as rotas. Estamos satisfeitos com a assinatura deste contrato de compartilhamento de código com a Gol, com o qual poderemos expandir as possibilidades de conectar nossos viajantes e continuar conectando a América Latina com o mundo”, afirma Ana María Copete, diretora de aliança da Avianca Holdings.