Processo para usina de dessalinização dá mais um passo

mar
Com a planta de dessalinização em operação, a projeção é de um incremento de 12% na oferta de água tratada para a Capital e RMF

O processo de consulta pública para concessão dos serviços de elaboração de projetos, construção, operação e manutenção da planta de dessalinização que será instalada na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) dá mais um passo.

No dia 24 de outubro, a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) realiza audiência pública para apresentação, discussão e obtenção de contribuições para a concessão de serviços de dessalinização de água marinha.

A audiência acontece no Auditório Carlos Alberto Studart, do Edifício BS Design Corporate Towers, na Aldeota, em Fortaleza, e é aberta para participação da sociedade civil, entidades de classe e órgãos públicos.

TCE e licitação

Após esta etapa, os documentos serão consolidados e submetidos à análise pelo Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE), para então ser aberto o processo de licitação. As minutas dos documentos estarão disponíveis até o dia 25 de outubro e podem ser acessadas no site: www.cagece.com.br.

Alternativa na seca

A planta de dessalinização de água marinha será construída com o objetivo de diversificar a matriz hídrica do Estado, de forma que o abastecimento da população não dependa apenas das chuvas. Com ela, o macrossistema integrado da RMF e contará com incremento de 12% na oferta de água tratada, beneficiando cerca de 720 mil pessoas.