Diageo faz ação inclusiva e mostra apoio à causa LGBTQIA+

diageo
A ação faz parte da Semana da Diversidade América Latina, que a multinacional realiza engajando seus colaboradores 

A Diageo, reconhecida internacionalmente por políticas e práticas de promoção da diversidade, igualdade e inclusão, destacou o apoio a essas causas nas instalações da fábrica de sua marca cearense, a Ypióca.

Na quinta-feira, 10 de outubro, funcionários assinaram seus nomes em uma bandeira arco-íris, símbolo da causa LGBTQIA+, pintada ao longo dos 40 metros de extensão da entrada do escritório da Ypióca.

A ação faz parte da Semana da Diversidade América Latina, que a multinacional realiza até a sexta-feira, 11, engajando seus colaboradores no diálogo sobre promoção dos direitos LGBTQIA+, igualdade de gênero e raça, bem como inclusão da pessoa com deficiência.

Diversidade

Também no dia 11, as integrantes do coletivo “Mães pela Diversidade”, Evelize de Freitas e Yandra Lobo, compartilharam com os funcionários da Diageo experiências como mães de filhos LGBTQIA+.

A conversa aconteceu logo após a exibição do documentário "Longe da Árvore", baseado no bestseller de mesmo nome, de Andrew Solomon, que aborda tolerância e valorização das diferenças entre as pessoas a partir de histórias de famílias com filhos portadores de deficiências físicas, mentais e sociais. A Diageo apoia a distribuição, no Brasil, do longa, que está disponível para download gratuito por meio da plataforma Videocamp (https://www.videocamp.com/pt/playlists/believe-films).

"Recebemos relatos de funcionários contando que nunca se sentiram tão bem trabalhando em uma empresa como aqui na Diageo. Trabalhamos valorizando uns aos outros e isso significa valorizar a diversidade em toda sua amplitude e profundidade - a pluralidade de gêneros, raças, orientações sexuais e a representatividade das pessoas com deficiência”, afirma a coordenadora de recursos humanos da Diageo, Camila Pinto. 

Compromisso

O compromisso da Diageo com a diversidade e a inclusão está em várias políticas e práticas, como a licença paternidade e maternidade de seis meses com salário integral e a promoção da igualdade de gêneros no quadro geral e também em postos de alta liderança, nos quais a participação de mulheres saltou de 22% para 50%, entre 2017 e 2019.

Essa atuação resultou em cinco reconhecimentos à empresa em menos de um ano: Prêmio #WEPs - Princípios de Empoderamento das Mulheres, da ONU Mulheres; Mulheres na Liderança, do Valor Econômico; Guia Exame de Diversidade 2019; Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade da Prefeitura de São Paulo; e Índice de Igualdade de Gênero da Bloomberg.