Campanha Natal sem Fome 2019 será lançada neste domingo no Parque do Cocó

semfome
Meta é arrecadar 55 toneladas de alimentos não perecíveis, de acordo com o Inec para doar a famílias em condições precárias no fim do ano

São 15,3 milhões de brasileiros abaixo da linha da pobreza, ganhando menos de R$ 140 por mês, e 54,8 milhões ganham menos de R$ 406 mensais, de acordo com o IBGE. Visando amenizar essa situação, pelo menos no Natal, será lançada, neste domingo (13), a Campanha Natal sem Fome 2019, a partir das 8 horas, no Parque do Cocó.

Com o tema “A fome não é fake”, a campanha é promovida nacionalmente pela ONG Ação da Cidadania e desenvolvida no Ceará pelo Instituto Nordeste Cidadania (Inec). O objetivo da iniciativa é arrecadar alimentos não perecíveis para a população que tanto necessita.

O evento contará com apresentações culturais e ações para sensibilização do público sobre a problemática da fome. No local, o público já poderá fazer a doação de alimentos não perecíveis que poderão ser trocados por de mudas de espécies comestíveis (temperos, verduras e leguminosas).

Doações

As doações podem ser feitas no dia 13 de outubro, no Parque do Cocó, e, após essa data, por meio do hotsite da campanha: www.natalsemfome.org.br (via cartão de crédito ou boleto) e nos postos de arrecadação até o dia 20 de dezembro (confira os locais para doação em www.inec.org.br).

A meta de arrecadação nacional é de duas mil toneladas de alimentos não perecíveis. Para o Ceará, a meta é 55 toneladas e para o Inec, cuja atuação abrange toda a região Nordeste e norte de Minas Gerais e Espírito Santo, a meta é arrecadar 200 toneladas. A entrega dos alimentos será feita nos dias 21, 22 e 23 de dezembro em todos os estados participantes através da rede de comitês da Ação da Cidadania em todo o país.

Ação do Inec

O Inec promove a Campanha Natal Sem Fome, desde 1993, arrecadando e distribuindo alimentos, água, livros e brinquedos, conforme a demanda e situação do país. Para mobilizar parceiros e todos os seus mais de sete mil empregados em uma grande rede de solidariedade, o Inec incluiu a campanha como uma das ações do Calendário do Bem, projeto que promove ações de responsabilidade social ao longo do ano. Dentre os parceiros e apoiadores no Ceará estão a Defesa Civil do Ceará, Sodexo, Camed Corretora, Sesc, Faculdades Estácio, Ancar Ivanhoe, CONSEA CE, CONSEA Fortaleza, ODS Ceará, Governo do Estado do Ceará e Banco do Nordeste.

No ano passado, a campanha arrecadou 1.091.200 quilos nos 20 estados envolvidos, beneficiando 501.952 pessoas. No Ceará, foram arrecadados 294.186 quilos de alimentos, superando a meta que era de 180 mil quilos. As doações beneficiaram mais de 19 mil famílias, cerca de 78.450 pessoas. Além disso, a campanha arrecadou também 15.275 brinquedos.

Fome no Brasil

Segundo O Estado da Segurança Alimentar e da Nutrição no Mundo 2019 (SOFI), relatório anual sobre a fome no mundo divulgado Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), em nível mundial, mais 820 milhões de pessoas passam fome atualmente. Além disso, cerca de dois bilhões de pessoas sofrem com moderada e severa insegurança alimentar. No caso da América Latina e do Caribe, 42,5 milhões de pessoas vivem subalimentadas.

Em 2014, o Brasil havia saído do Mapa da Fome da ONU, quando menos de 5% da população ficou abaixo da linha da miséria. Contudo, com a crise econômica e o aumento do desemprego, o número de pessoas em situação de miséria voltou a aumentar e existe uma expectativa de que o país volte para o mapa da fome esse ano. De acordo com José Graciano da Silva, diretor-geral da FAO, existem cerca de 5 milhões de pessoas desnutridas no país.

Na contramão da resolução do problema, em janeiro desse ano, o governo federal fechou o Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA), por meio de uma Medida Provisória. O colegiado era formado por representantes do governo e da sociedade civil com o objetivo de formular diretrizes e prioridades no combate à fome e na melhoria da alimentação das pessoas, bem como monitorar as ações do governo para o setor.

Preocupação

Esse cenário é muito preocupante e ameaça o compromisso com a erradicação da fome assumido por diversos países na 70º Assembleia Geral das Nações Unidas em setembro de 2015. Na ocasião, foi estabelecida a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, um plano de ação para as pessoas, para o planeta e para a prosperidade. Para tanto, foram anunciados 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O segundo ODS propõe acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável. Porém, os números atuais mostram que esse objetivo está mais distante de acontecer hoje do que estava nos últimos anos.

Ação da Cidadania

A ONG Ação da Cidadania nasceu em 1993, formando uma imensa rede de mobilização de alcance nacional para ajudar 32 milhões de brasileiros que, segundo dados do Ipea, estavam abaixo da linha da pobreza. Entre 1993 e 2005 foram arrecadadas 30.351 toneladas de alimentos em todo o Brasil, beneficiando 3.035.127 famílias. Entre 2006 e 2010 foram distribuídos 2.300.000 brinquedos e 500.000 livros em todo o país. Criada no auge do Movimento pela Ética na Política, a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida se transformou no movimento social mais reconhecido do Brasil. Seu principal eixo de atuação é uma extensa rede de mobilização formada por comitês locais da sociedade civil organizada, em sua maioria compostos por lideranças comunitárias, mas com participação de todos os setores sociais.

Sobre o Inec

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) surgiu em 1993 como Comitê de Ação da Cidadania para realizar ações emergenciais, como doações de cestas básicas, roupas e brinquedos para pessoas em situação de vulnerabilidade. Em 1996, a iniciativa constituiu-se como Organização Não-Governamental (ONG) e, em 2003, foi qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). O Inec tem como missão contribuir com a inclusão e o desenvolvimento sociocultural e econômico das pessoas. Para atingir este objetivo, a instituição é parceira do Banco do Nordeste na operacionalização dos programas Crediamigo e Agroamigo, além de desenvolver os programas socioambientais Inec Juventude, Inec Cultura, Inec Território e Inec Tecnologia.

Serviço

Lançamento da Campanha Natal sem Fome 2019

Data: 13 de outubro de 2019

Local: Tenda Inec - Natal sem Fome no Parque do Cocó (Av. Padre Antônio Tomás, s/n - Cocó)

Horário: a partir de 8 horas

Informações: www.inec.org.br / (85) 3209.9237 (Gerência Socioambiental e de Comunicação do Inec)

Pontos de arrecadação

·         Sede do Inec (Av. Dr. Silas Munguba, 3500 - Itaperi. Fone: 85 3209.9200 / Whatsapp: 85 99191.0233)

·         Unidades do Banco do Nordeste e todos os pontos de atendimento dos Programas Agroamigo e Crediamigo

·         North Shopping Fortaleza - Fortaleza

·         North Shopping Jóquei - Fortaleza

·         Via Sul Shopping - Fortaleza

·         North Shopping Maracanaú

·         Faculdades Estácio